Online: 252
 
 
O real sentido do sangue de Cristo.
( 5489 visitas )

Publicado em: 21/5/2005
Por: Pr Richard Medeiros
Batista - Inúbia Paulista - SP
prrickmedeiros@hotmail.com
 

O sangue que se esvai; a vida que nos vem!
A Transfusão do divino para o humano

Apocalipse 5.9

?E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro e de abrir os seus selos, porque foste morto, e com teu sangue compraste para Deus homens de toda a tribo, e língua, e povo , e nação;?

Quando ouvimos a palavra sangue, o que nos vem à cabeça?
Seja qual for o sentido, espiritual, ou físico?

Será que realmente sabemos o significado e a importância do sangue?

Se observarmos com atenção a história, veremos que toda ela é ?salpicada? de sangue. Até para a mitologia temos o sangue como símbolo forte.

Bebê-lo trazia vida aos epiléticos romanos que se atiravam ao chão do Coliseu para lamber o sangue dos gladiadores que morriam na arena(conforme o poema de Homero A Odisséia); membros da tribo Masai do Quênia, celebram seus banquetes tragando sangue fresco derramado de uma vaca ou de uma cabra.

Nas relações humanas há um certo mistério, quase sagrado. Os homens da antiguidade, sem nenhuma vergonha de traduzir em ação seus símbolos, às vezes selavam acordos se cortando e misturando seu sangue.

Nós modernos, herdamos estranhos simbolismos do mistério intrínseco do sangue. Por exemplo, uma aliança de casamento é colocada no dedo médio, onde já se acreditou ter uma veia diretamente ligada ao coração;e a brincadeira infantil de se tornar irmão de sangue, na qual dois participantes de modo solene e sem higiene, ?juram? sua lealdade eterna um ao outro.

Também pensamos em conceitos errôneos quando usamos termos como : ?sangue puro?, ?sangue misturado?, ?relações de sangue?, ou ?sangue quente? ou ?sangue frio?, voltando aos tempos onde se pensava que o líquido carregava a hereditariedade e o temperamento.

O conceito bíblico sobre sangue, nos mostra que muito mais que nós pensamos, este líquido representa a vida, como lemos em Gn 9,4.

O sangue é uma substância aquosa , de cor escarlate, rica em proteínas e células, que nos mantém vivos.

O sangue significa vida e não morte.

Ele alimenta e sustenta cada célula do corpo com seus preciosos nutrientes. Quando ele se esvai, a vida vacila.Quando o sangue escoa, a vida vai com ele.

Quando celebramos a ceia do Senhor, estamos nos referindo ao sangue derramado por Ele. E muitos de nós, não entendemos esta associação de vida com morte; de sangue com festa. Como celebrar um fato que gerou derramamento de sangue.

O que a Bíblia nos diz sobre este sangue ?

Em Efésios 2.13 lemos: ?Mas agora, em Cristo Jesus, vocês que antes estavam longe, já agora pelo sangue de Cristo chegaram perto.?

A distância que tínhamos de Deus acabou, quando o sangue de Cristo se esvaiu. O sangue comprova a morte real e absoluta como homem, sendo assim, Ele cumpriu a vontade de Deus , que está explícita em Jô 3.16: E Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho único( deu a Vida do seu filho), para que todo aquele que nele crê não pereça mas tenha a vida eterna.?

Para que a ?doação? que Deus fez se concretizasse, que era a própria vida de seu Filho, esta vida precisava não ser mais d`Ele.

E quando Cristo expirou na cruz dizendo ? ? está consumado?, a vida dele não era mais dEle, e sim nossa.

A transfusão de sangue fora feita. O sangue d`Ele em nós, a vida d`Ele em nós. Por isso o sangue deve representar para nós vida e não morte. A vida de Cristo em nossa vida. Quando Jesus morreu, quase todo o seu sangue já havia saído de seu corpo, para dizer a toda humanidade: Eu morri para que vocês tenham vida.

E hoje podemos entrar com ousadia em sua presença por causa de seu sangue, como está escrito em Hebreus 10.19: ?Tendo pois irmãos ousadia, para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus?...

E é por isso hoje, que podemos estar em comunhão, pelo cálice da nova aliança, feita através deste sangue, como vemos em I Co. 10.16. : ? Porventura o cálice de benção que abençoamos não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos, não é porventura a comunhão do Corpo de Cristo??.

Em João 6.53 a 57 temos uma ordem expressa de Jesus que é: ? Eu lhes digo a verdade: se vocês não comerem a carne do Filho do Homem, e não beberem o seu sangue, não terão vida em si mesmos. Todo aquele que come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Pois a minha carne é a verdadeira comida, e o meu sangue é a verdadeira comida. Todo aquele que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. Da mesma forma que o pai me enviou, e eu vivo por causa do Pai, assim aquele que se alimenta de mim viverá por minha causa.?

Agora vamos refletir esta ordem de Jesus, analisando o contexto na qual ela foi proferida.

Na consciência de um judeu, o sangue representa vida.
Em Gn.9.4 Deus dá uma ordem a Noé : Não comam carne com sangue que é vida. Mais tarde, no conjunto de regras e leis que Deus Dá a Moisés, Ele reintera esta ordem em Lv.3.17. ?Porque a vida de toda a carne é o seu sangue?.

A regra era inquestionável: Não coma o sangue, pois nele está a vida. A culinária kosher, típica dos Judeus, se desenvolveu usando elaboradas técnicas para se certificar de que nenhum sangue contaminava a carne.

Agora imaginem a repercussão destas palavras entre o povo judeu: ?Bebam o meu sangue?!

Muitos de seus discípulos mais próximos desertaram; seus irmãos o consideraram louco; as conspirações para matá-lo surgiram imediatamente.

Dessa vez, Jesus tinha ido longe demais.

Jesus se expressou desta maneira, não para ofender, mas para transformar a simbologia de forma radical. Deus tinha dito a Noé: Se você beber o sangue de um cordeiro, a vida do cordeiro entrará em você, não faça isso.

E Jesus na verdade disse: ?Se você beber meu sangue, minha vida entrará em você. Faça isso!?

Conclusão

Beber o sangue de Cristo quer dizer, estar n`Ele, viver n`Ele e prá Ele. É realmente amá-lo de todo o coração, como está escrito na Palavra: Jo 14:15
Se vocês me amam, guardem os meus mandamentos.

Celebremos hoje esta transfusão de sangue, que nos dá vida para todo o sempre.

Jesus tomos o meu e o seu lugar na cruz, para que o seu sangue, nos desse vida.

As minhas mãos e os meus pés foram poupados da estaca de ferro, simplesmente por que nos amava. Glória a Deus por este sangue.


Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,000 segundos

Usuários de Hoje: 4072



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--