Online: 328
 
 
A cura de Naamã
( 14542 visitas )

Publicado em: 8/9/2006
Por: José Antônio Corrêa
Igreja Evangélica Batista de Viradouro - Viradouro/SP
pr.correa@proveg.com.br
 


1 E Naamã, capitão do exército do rei da Síria, era um grande homem diante do seu senhor, e de muito respeito; porque por ele o Senhor dera livramento aos sírios; e era este homem herói valoroso, porém leproso. 2 E saíram tropas da Síria, da terra de Israel, e levaram presa uma menina que ficou ao serviço da mulher de Naamã. 3 E disse esta à sua senhora: Antes o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra. 4 Então foi Naamã e notificou ao seu senhor, dizendo: Assim e assim falou a menina que é da terra de Israel. Então disse o rei da Síria: Vai, anda, e enviarei uma carta ao rei de Israel. E foi, e tomou na sua mão dez talentos de prata, seis mil siclos de ouro e dez mudas de roupas. 6 E levou a carta ao rei de Israel, dizendo: Logo, em chegando a ti esta carta, saibas que eu te enviei Naamã, meu servo, para que o cures da sua lepra. 7 E sucedeu que, lendo o rei de Israel a carta, rasgou as suas vestes, e disse: Sou eu Deus, para matar e para vivificar, para que este envie a mim um homem, para que eu o cure da sua lepra? Pelo que deveras notai, peço-vos, e vede que busca ocasião contra mim. 8 Sucedeu, porém, que, ouvindo Eliseu, homem de Deus, que o rei de Israel rasgara as suas vestes, mandou dizer ao rei: Por que rasgaste as tuas vestes? Deixa-o vir a mim, e saberá que há profeta em Israel. 9 Veio, pois, Naamã com os seus cavalos, e com o seu carro, e parou à porta da casa de Eliseu. 10 Então Eliseu lhe mandou um mensageiro, dizendo: Vai, e lava-te sete vezes no Jordão, e a tua carne será curada e ficarás purificado. 11 Porém, Naamã muito se indignou, e se foi, dizendo: Eis que eu dizia comigo: Certamente ele sairá, por-se-á em pé, invocará o nome do Senhor seu Deus, e passará a sua mão sobre o lugar, e restaurará o leproso. 12 Não são porventura Abana e Farpar, rios de Damasco, melhores do que todas as águas de Israel? Não me poderia eu lavar neles, e ficar purificado? E voltou-se, e se foi com indignação. 13 Então se chegaram a ele os seus servos, e lhe falaram, e disseram: Meu pai, se o profeta te dissesse alguma grande coisa, porventura não a farias? Quanto mais, dizendo-te ele: Lava-te, e ficarás purificado. 14 Então desceu, e mergulhou no Jordão sete vezes, conforme a palavra do homem de Deus; e a sua carne tornou-se como a carne de um menino, e ficou purificado. 15 Então voltou ao homem de Deus, ele e toda a sua comitiva, e chegando, pôs-se diante dele, e disse: Eis que agora sei que em toda a terra não há Deus senão em Israel; agora, pois, peço-te que aceites uma bênção do teu servo. 16 Porém ele disse: Vive o Senhor, em cuja presença estou, que não a aceitarei. E instou com ele para que a aceitasse, mas ele recusou. 17 E disse Naamã: Se não queres, dê-se a este teu servo uma carga de terra que baste para carregar duas mulas; porque nunca mais oferecerá este teu servo holocausto nem sacrifício a outros deuses, senão ao Senhor. 18 Nisto perdoe o Senhor a teu servo; quando meu senhor entrar na casa de Rimom para ali adorar, e ele se encostar-se à minha mão, e eu também tenha de me encurvar na casa de Rimom; quando assim me encurvar na casa de Rimom, nisto perdoe o Senhor a teu servo. 19 E ele lhe disse: Vai em paz. E foi dele a uma pequena distância.

INTRODUÇÃO:

1. A graça de Deus é ilimitada. Quando Jesus se referiu ao episódio do texto lido em Lc 4.27, afirmou que muitos leprosos havia em Israel nos dias de Eliseu, mas nenhum foi purificado, exceto Naamã, o sírio.

2. De alguma forma, a graça de Deus, é extensiva a nós, nos dias de hoje, pois Deus não mudou. Seus propósitos relacionados ao homem, permanecem os mesmos. Você será abençoado hoje, se você crer na Palavra de Deus.

3. VAMOS VER QUAIS SÃO OS PONTOS MAIS IMPORTANTES DENTRO DO TEXTO LIDO:

I. A PREPARAÇÃO PARA OCORRER O MILAGRE

VS. 1-2

1. Quem era Naamã?

a) Chefe do exército do Rei da Assíria, v. 1.

b) Um grande homem diante de seu senhor, e de muito respeito, v. 1.

c) Por ele, o Senhor, dera vitória (livramento) aos sírios, v. 1.

d) Era valente (herói) de guerra, v. 1.

e) Porém, era leproso. Em Israel, não era possível que um homem com esta enfermidade, ocupasse tão alta posição, Lv 13.45-46, “45 Também as vestes do leproso, em quem está a praga, serão rasgadas, e a sua cabeça será descoberta, e cobrirá o lábio superior, e clamará: Imundo, imundo. 46 Todos os dias em que a praga houver nele, será imundo; imundo está, habitará só; a sua habitação será fora do arraial”.

2. Quem era a menina?

a) Uma prisioneira de Guerra, v. 2.

b) Servia como escrava na casa de Naamã. A Síria ficava ao norte do território ocupado por Israel. Seu exército fazia constantemente incursões em áreas próximas às fronteiras, 2 Rs 13.22, “E Hazael, rei da Síria, oprimiu a Israel todos os dias de Jeoacaz”.

c) Esta menina, conhecia Eliseu, o profeta de Deus, e incentivou seu senhor a buscá-lo, para receber sua cura, v. 3.

3. A busca de Naamã:

a) Procurou o Rei, v. 4.

b) Não somente procurou o Rei, mas recebeu uma carta dirigida ao Rei de Israel, o enviando para ser curado, vs. 5-6. Tal fato, foi entendido, até mesmo pelo Rei de Israel, como sendo uma provocação de guerra, v. 7.

c) Para receber algo de Deus, é preciso buscá-lo:

Jr 29.13, “E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração”.

Is 55.6, “Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”.

4. Para você ser abençoado por Deus, é preciso buscá-lo, Am 5.4, “Porque assim diz o Senhor à casa de Israel: Buscai-me, e vivei”.

II. O MILAGRE DE DEUS NEM SEMPRE OCORRE DE MANEIRA CONVENCIONAL

VS. 8-14

1. Eliseu sabendo da revolta do Rei, pediu que este lhe encaminhasse Naamã, vs. 8-9.

2. Emitiu a ordem para a cura, vs. 10.

3. Naamã não gostou do jeito de como o profeta o orientou, vs. 11-12.

4. Foi aconselhado pelos seus servos a obedecer às instruções dadas pelo homem de Deus, vs. 13-14.

5. Durante seu ministério, Jesus operou vários milagres e curas de maneira nada convencional:

a) Jo 9.1-7- "Aplicou lodo nos olhos de um cego de nascença",

b) Mc 7.32-35 - "Cuspiu na língua de um mudo",

c) Mc 8.22-25 - "Cuspiu no olho de um cego".

6. Não importa o forma pela qual o Espírito Santo opera para a cura. Importa, isto sim, a cura.

III. OS MILAGRES DE DEUS, NÃO PODEM SER PAGOS

VS. 5, 16

1. Diferentemente das curas ocorridas em centros de macumba, ou espiritismo.

2. Naamã, tinha providenciado recursos para o pagamento ao homem de Deus, v. 5:

a) Um talento pesava cerca de quarenta e quatro quilos (440 ks),

b) Um siclo pesava cerca de doze gramas (72 ks).

3. Ao ser curado, Naamã voltou para efetuar o pagamento, v. 15. Porém este pagamento, foi recusado pelo homem de Deus, v. 16.

4. O incidente com Geazi, vs. 20-27, “20 Então Geazi, servo de Eliseu, homem de Deus, disse: Eis que meu senhor poupou a este sírio Naamã, não recebendo da sua mão alguma coisa do que trazia; porém, vive o Senhor que hei de correr atrás dele, e receber dele alguma coisa. 21 E foi Geazi a alcançar Naamã; e Naamã, vendo que corria atrás dele, desceu do carro a encontrá-lo, e disse-lhe: Vai tudo bem? 22 E ele disse: Tudo vai bem; meu senhor me mandou dizer: Eis que agora mesmo vieram a mim dois jovens dos filhos dos profetas da montanha de Efraim; dá-lhes, pois, um talento de prata e duas mudas de roupas. 23 E disse Naamã: Sê servido tomar dois talentos. E instou com ele, e amarrou dois talentos de prata em dois sacos, com duas mudas de roupas; e pô-los sobre dois dos seus servos, os quais os levaram diante dele. 24 E, chegando ele a certa altura, tomou-os das suas mãos, e os depositou na casa; e despediu aqueles homens, e foram-se. 25 Então ele entrou, e pôs-se diante de seu senhor. E disse-lhe Eliseu: Donde vens, Geazi? E disse: Teu servo não foi nem a uma nem a outra parte. 26 Porém ele lhe disse: Porventura não foi contigo o meu coração, quando aquele homem voltou do seu carro a encontrar-te? Era a ocasião para receberes prata, e para tomares roupas, olivais e vinhas, ovelhas e bois, servos e servas? 27 Portanto a lepra de Naamã se pegará a ti e à tua descendência para sempre. Então saiu de diante dele leproso, branco como a neve”.

5. No Reino de Deus, tudo o recebemos, é de graça:

a) A salvação, Ef 2.8, “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus”.

b) A cura, Mt 10.8, “Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai”.

c) O recebimento do Espírito Santo, At 8.18-21, “18 E Simão, vendo que pela imposição das mãos dos apóstolos era dado o Espírito Santo, lhes ofereceu dinheiro, 19 Dizendo: Dai-me também a mim esse poder, para que aquele sobre quem eu puser as mãos receba o Espírito Santo. 20 Mas disse-lhe Pedro: O teu dinheiro seja contigo para perdição, pois cuidaste que o dom de Deus se alcança por dinheiro. 21 Tu não tens parte nem sorte nesta palavra, porque o teu coração não é reto diante de Deus”.

6. Receba gratuitamente salvação e cura!

IV. QUANDO O MILAGRE É REALIZADO, O NOME DE DEUS É EXALTADO

VS. 15, 17-18

1. O reconhecimento de Naamã, v. 15.

2. Sua maneira de cultuar foi mudada, v. 17.

3. Pediu perdão prevendo frustrações futuras, Vs. 18.

4. Quando ocorrem as curas e os milagres, o nome de Deus é glorificado:

Mt 9.8, “E a multidão, vendo isto, maravilhou-se, e glorificou a Deus, que dera tal poder aos homens”.

Mt 15.30-31, “30 E veio ter com ele grandes multidões, que traziam coxos, cegos, mudos, aleijados, e outros muitos, e os puseram aos pés de Jesus, e ele os sarou, 31 De tal sorte, que a multidão se maravilhou vendo os mudos a falar, os aleijados sãos, os coxos a andar, e os cegos a ver; e glorificava o Deus de Israel”.

CONCLUSÃO

1. Duas coisas que Deus quer fazer nesta noite:

a) Deus quer salvá-lo, Ef 2.8, “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus”.

b) Deus quer curá-lo, Mt 15.30-31, “30 E veio ter com ele grandes multidões, que traziam coxos, cegos, mudos, aleijados, e outros muitos, e os puseram aos pés de Jesus, e ele os sarou, 31 De tal sorte, que a multidão se maravilhou vendo os mudos a falar, os aleijados sãos, os coxos a andar, e os cegos a ver; e glorificava o Deus de Israel”.


Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,000 segundos

Usuários de Hoje: 7435



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--