Coloque o WebServos como sua página inicial!
Online: 249
  .:: Canais ::.
 ::: Início :::
 Sinais dos Tempos
 Reflexões
 Evangelísticas
 Estudos Bíblicos
 Espaço Jovem
 Música & Louvor
 Artigos de Louvor
 Webservos Shop
 WebServos Sites
 Igrejas OnLine
 Folhetos Virtuais
 Cartões Postais
 Pedido de Oração
 Intercessores
 Testemunhos
 Recomendação
 Quem Somos



 
 
Visão panorâmica bíblica - A escravidão de Israel no Egito
( 2450 visitas )

Publicado em: 22/1/2009
Por: Pr. Waldyr Silva do Carmo
Igreja Cristã Evangélica Casa de Oração Cehab - Itaperuna/RJ
prwaldyrcarmo@hotmail.com
 

A ESCRAVIDÃO DE ISRAEL NO EGITO

Êxodo 1 e 2

Introdução:

    Lemos na Palavra de Deus em Êxodo 1. 6-8 “Faleceu José, e todos os seus irmãos, e toda aquela geração. E os filhos de Israel frutificaram, aumentaram muito, e multiplicaram-se, e foram fortalecidos grandemente; de maneira que a terra se encheu deles. E levantou-se um novo rei sobre o Egito, que não conhecera a José”. “Transcorreram aproximadamente trezentos anos desde a morte de José. Os setenta hebreus que se haviam radicado no fértil delta do rio Nilo multiplicaram-se em centenas de milhares. Mas o povo israelita, outrora objeto do favor de Faraó, é agora escravo temido e odiado do rei egípcio”. ¹ Nas lição de hoje e seguintes estaremos observando aspectos importantíssimos do agir de Deus na Nação de Israel, promovendo assim sua libertação do Egito e cumprimento de suas promessas.

I – O cenário da Nação do Egito, nesse dramático período de escravidão do povo de Israel.

>    A nação havia chegado ao apogeu de seu poderio militar e um projetor grandioso de construção de cidades depósito é iniciado.

>    Uma nova família de Faraós assume o trono e dos serviços que José prestou há somente uma vaga lembrança do regime odiado que desapareceu.

>    Não há demonstração de gratidão dos egípcios para com os hebreus.

>    “Vêem com alarma o assombroso e sobrenatural crescimento da população israelita”.

>    Possíveis questionamentos são levantados:

>    Tornar-se-ia Gósen numa via de entrada para conquistadores estrangeiros?

>    “Aliar-se-iam os israelitas e invasores para derrotar os egípcios”? ²

Por outro lado observa-se que não há desejo no coração de Faraó de libertar os hebreus. O que se vê é o implementar de um regime duro de escravidão onde os hebreus são usados na realização de construções públicas. Os hebreus são organizados em grupos por ordem de Faraó sob o comando de capatazes, com a finalidade de tirar barro e fazer tijolos, construindo assim edifícios, canais e preparar fossos para irrigação. Faraó com o intuito de enfraquecer o povo, dá ordem às parteiras hebréias matarem todos os bebês do sexo masculino que nascessem. (Cap. 1.15-2) Vemos pela Palavra do Senhor que a estratégia de Faraó foi frustrada. Deus estava no controle!
    
Porque Deus permitiu que o povo de Israel fosse oprimido dessa forma?

>    Deus queria que nascesse nos hebreus o desejo de sair do Egito. Era promessa do Senhor dar à nação de Israel a terra de Canaã.

>    Mesmo estando em Gósen separados dos egípcios, alguns israelitas começaram a praticar idolatria. (Js 24.14; Ez 20.7,8)

II – Moisés é preparado.

    O Agir de Deus com o fim de levantar um líder para libertar o povo de Israel nos deixa maravilhados. “São notáveis os fatores que Deus empregou para livrar o futuro libertador mediante a pequena arca: o amor perspicaz de Joquebede, a mãe, o choro do nenê, a compaixão da princesa e a sagacidade de Miriã, irmãzinha de Moisés.” ³ Vemos também o Senhor agindo poderosamente e proporcionando muito mais do que os pais do menino esperavam; o Senhor lhes devolveu o menino para que o criassem e Joquebede a mãe foi paga por seu trabalho.

O processo usado por Deus para fazer de Moisés Líder e libertador do povo de Israel.

>    Ao ser criado pelos próprios pais durante os primeiros cinco ou sete anos de vida, Moisés aprendeu a ter Fé em Deus e amor pelo povo de Israel que estava sendo grandemente oprimido pelo Egito.

>    Sua educação foi no palácio do Egito. O agir de Deus foi tão grande, que em meio ao decreto de Faraó para que os bebês fossem mortos, Moisés foi conduzido ao Palácio. Foi educado no palácio do Egito. Não havia impérios na época que pudesse oferecer uma educação como a que Moisés recebeu. Ao permanecer no palácio Moisés se tornou “poderoso em suas palavras e obras” (Atos 7.22) e se livrou do espírito covarde e serviu de um escravo.

>    Passou pela experiência do deserto. Aos 40 anos de idade, Moisés se identifica com o povo hebreu e tenta libertá-lo com suas próprias forças. (Ex. 2.11-14) Não havia preparo em Moisés para libertar o povo. Também o povo não estava preparado para ser liberto. Foi no deserto que foi lapidado e preparado de forma especial por Deus para assumir a grande responsabilidade de conduzir o povo de Israel.

Valores que foram aprendidos no deserto como pastor.

-    Ser paciente

-    humildade

-    Perseverança

-    Conheceu o próprio deserto. Posteriormente ele iria conduzir o povo 40 anos pelo deserto.

-    No deserto teve comunhão com Deus e chegou a conhecê-lo pessoalmente.

-    Aprendeu a confiar no Senhor e não em sua própria força.

Conclusão:

    O estudo de hoje nos mostrou que mesmo diante de situações contrárias, Deus faz seus planos se cumprirem na vida de seus filhos. O Deus que servimos nunca falha! Ele é Fiel! Sua Fidelidade esteve presente na nação de Israel, fazendo cumprir suas promessas para que a Salvação de Cristo chegasse ao homem perdido. Louvado seja Ele por nos amar de forma tão especial.

Pastor Waldyr Silva do Carmo

BIBLIOGRAFIA:

1-O Pentateuco – HOFF Paul – Editora Vida.
2-O Pentateuco – HOFF Paul – Editora Vida
3-O Pentateuco – HOFF Paul – Editora Vida.

Bíblia Sagrada.

IGREJA CRISTÃ EVANGÉLICA “CASA DE ORAÇÃO”
Rua Avelino Honório de Miranda, 65. B. Cehab. Itaperuna. RJ.

Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !
   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.
•    Quem Somos    •

Página aberta em: 0,000 segundos

Usuários de Hoje: 2421



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--