Online: 244
 
 
PERSEVERAI ATÉ O FIM
( 3563 visitas )

Publicado em: 26/5/2009
Por: Augusto Rocha
Assembleia de Deus Missão - Matões do Norte-MA
pastoraugustorocha@hotmail.com
 

PERSEVERAI ATÉ O FIM Mateus 24.13 Isaías 48.21 INTRODUÇÃO Perseverança; Dicionário Almeida é; Permanência num estado ou numa atividade, mesmo em caso de oposição ou fracasso... Sinônimo; Consistência, Constância e Firmeza. (Ef 6.18; Mc 13.13; Rm 2.7)

1. Em Isaías 48.21 aprendemos que há “Provisão de Deus” para as nossas necessidades durante a nossa peregrinação aqui na terra.
2. As bênçãos de Deus para nós são certas. Mas precisamos ter também atitudes adequadas.
3. Em todas as áreas da vida a perseverança é essencial para que haja bom êxito. Sem perseverança não há salvação, não há vitória, não há esperança, não há resultados permanentes. O crente fogo-de-palha, que não persevera, priva-se das maiores provisões de Deus para a sua vida. Os israelitas que perseveraram em seguir ao Senhor, como Josué e Calebe, além das provisões do deserto, tomaram posse da terra prometida! Portanto, a perseverança é a atitude certa para prosseguirmos na jornada cristã até chegarmos à Jerusalém celestial.

1º - PERSEVERANÇA NA FÉ

1. Somos convidados a nos examinar e a provar a nós mesmos para ver se estamos na fé (2 Coríntios 13.5). Não podemos viver enganados num assunto de tão grande importância.
2. Em Atos 2.42 aprendemos que perseverar na fé significa sermos

• Alimentados diariamente pela Palavra (doutrina dos apóstolos), pois “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que procede da boca de Deus” (Mateus 4.4);
• Encorajados mutuamente na comunhão com os irmãos (comunhão e partir do pão). Para isto precisamos de nos reunir como igreja (congregar) principalmente nos dias difíceis que atravessamos (Hebreus 10.25). Somos ensinados na Palavra de Deus a amar uns aos outros (João 13.34-35), servir uns aos outros (1 Pedro 4.10), confessar os pecados uns aos outros e orar uns pelos outros para sermos curados (Tiago 5.16); aconselhar uns aos outros (Colossenses 3.16). Há mais de 50 passagens no Novo Testamento que usam a expressão uns aos outros e mostram a importância da ajuda mútua na comunhão dos crentes para perseveramos na fé.
• Fortalecidos mútuamente pela oração. Há muitas exortações bíblicas para sermos perseverantes na oração (Lucas 18.1-8; Romanos 12.12 etc.). Além da oração individual (Mateus 6.6), há um recurso extraordinário na oração feita em comunhão com os irmãos (Mateus 18.19-20).

2º - PERSEVERANÇA NAS PROVAÇÕES

1. Mateus 24.4-12 nos mostra que antes da volta do Senhor, durante a nossa peregrinação terrena, aparecerão enganadores, falsos cristos, guerras, fome, terremotos, tribulações, falsos profetas, multiplicação da iniqüidade e esfriamento do amor, “mas aquele que perseverar até o fim será salvo” (Mateus 24.13). Esses sinais criam o ambiente para o grande sinal: “E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim” (Mateus 24.14).
2. Para sermos aprovados, precisamos ser provados. Por isso, para o crente, as provações são motivos de alegria, porque produzem perseverança (Tiago 1.2-4) e contribuem para recebermos a recompensa, depois de aprovados (Tiago 1.12).
3. Somos encorajados por uma galeria de heróis que perseveraram nas provações e venceram pela fé (Hebreus 11.32-40). A jornada cristã é como uma corrida de revezamento. Os que nos precederam foram vitoriosos e nos passaram o bastão; torcem por nós, pois, dependem da nossa vitória para receberem o galardão (Hb 11.39-40). Que privilégio e responsabilidade!


3º - PERSEVERANÇA ATÉ O FIM

1. As provações são necessárias para o aperfeiçoamento do caráter cristão. “Se não fossem as provações, a igreja estaria cheia de hipócritas”. A Bíblia ensina que “O crisol é para a prata e o forno é para o ouro, mas o SENHOR prova o coração” (Provérbios 17.3).
2. Jesus consumou a obra que recebeu do Pai (João 17.4). Há muitos exemplos na Bíblia e na história de pessoas que começaram bem e terminaram bem como José, Josué, Calebe, Daniel, Paulo, Agostinho, Lutero, Calvino, Simonton, Eduardo Carlos Pereira, Jonas Dias Martins e outros. Na vida secular é notável o exemplo de Thomas Edson que perseverou até descobrir a lâmpada elétrica depois de centenas de experiências.
3. Somos encorajados a prosseguir sem olhar para trás (Lucas 9.61-62). A mulher de Ló olhou para trás e transformou-se numa estátua de sal (Gênesis 19.23-26). Jesus advertiu: “Lembrem-se da mulher de Ló” (Lucas 17.32). A vida cristã é como o atleta que corre no estádio com o objetivo de alcançar o prêmio, que é a coroa que dura para sempre (1 Coríntios 9.242-27).

CONCLUSÃO

Os exemplos que vimos mostra que vale a pena perseverar. Os cristãos perseveraram (Atos 2.42) e por isso Deus operou entre eles sinais e prodígios, experimentaram um amor fraternal que supria todas as necessidades entre eles, tinham vida abundante de louvor e adoração pública e de casa em casa, conquistaram simpatia da sociedade e todos os dias pessoas eram integrados nessa comunidade que era uma alternativa para os sedentos e famintos de justiça e de vida verdadeira (Atos 2.43-47).
O mais importante: o que persevera até o fim é salvo e entra na posse do reino que está destinado aos vencedores.


Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,000 segundos

Usuários de Hoje: 13554



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--