Online: 341
 
 
OS QUATRO DESAFIOS DE NEEMIAS
( 14847 visitas )

Publicado em: 10/3/2010
Por: Joaquim S. Guimas
Assembléia de Deus de Madureira - Manaus/Am
joaquimguimas@hotmail.com
 

OS QUATRO DESAFIOS DE NEEMIAS


    
Neemias. 6 - 15
“Acabou-se, pois o muro aos vinte e cinco de elul, em cinqüenta e dois dias”.
Sabemos que a construção do muro terminou porque Deus estava com o seu povo. Deus levanta um dirigente corajoso, dedicado e decidido, seu nome: Neemias (significa “Aquele que conforta, que consola”). Um homem que dependeu exclusivamente de Deus, tendo a sua proteção e a fonte de todo o poder de Deus ao seu lado. O povo estava disposto a trabalhar e a seguir o seu líder, dedicando-se com devoção à árdua tarefa de completar todo o muro, apesar da forte oposição dentro e fora da cidade.
Após obter autorização do rei Artaxerxes para a reconstrução de Jerusalém, Neemias chega a cidade que estava destruída, durante a noite ele sai pelas ruas para avaliar a situação, quando retorna ele reúne os homens de Jerusalém e declara seus planos, e imediatamente todos seus planos são aceitos e a obra começa.

Porque era tão importante reconstruir os muros? É que sem os muros não havia separação dos inimigos, com os muros rachados a cidade estava sem proteção, os inimigos entravam e saiam a hora que queriam, seu paganismo, sua idolatria continuavam dentro dos muros de Jerusalém, Neemias então sabiamente declara: "edifiquemos os muros e deixemos de ser vergonha”. ( 2:17).

Com os muros erguidos a cidade se fortaleceria e os inimigos ficariam do lado de fora. É importante lembrarmos que muros eram necessários, mas o objetivo fundamental foi a repovoação da cidade. O povo, não as construções, permanecem como o princípio da continuação da obra de Deus!.

Poderíamos parar por aqui, adorar a Deus pela vitória que foi dada ao seu povo, e pronto, a história estaria terminada. Porém, as coisas não foram bem assim!. A reconstrução foi feita, mas diante de muita oposição. Poderemos nos separar do pecado e do mundo, mas precisamos estar determinados. Neemias é um desses exemplos de homens mais notáveis e determinados do AT.

Foi um homem que executou tarefas que pareciam impossíveis, por causa da sua total dependência de Deus. O seu exemplo nos mostra de modo bem claro de que a oração, o sacrifício, o trabalho árduo e a tenacidade operam em conjunto na realização de uma visão dada por Deus.
A coisa não foi fácil!. Veja então os Quatro Desafios de Neemias que enfrentou para reconstruir os muros.
O PRIMEIRO DESAFIO DE NEEMIAS – ENFRENTOU O ESCÁRNIO ( Neemias 4:1-3).

Uma das armadilhas mais usadas por Satanás é o descaso, e foi essa a primeira que ele usou contra Neemias. Observe atentamente os comentários que as pessoas diziam:
“Que os judeus eram Fracos”.
Neemias e o povo foram alvos de zombarias, e até sofreram ameaças de uso da força. Os inimigos de Neemias criticavam os judeus dizendo que eles eram fracos, desqualificados para aquele tipo de trabalho, ou melhor dizendo; eles não eram especialistas em muros, e que aquela obra não iriam acabar nunca.
Vejam os conselhos dados ao povo judeus: “ Desistam, vocês nunca irão terminar isso, seu Deus não liga para vocês, para que vão oferecer sacrifícios a esse Deus”?

“As pedras foram queimadas”.
Quando as pedras calcarias são queimadas elas se tornam muito moles e perdem a durabilidade, então estavam dizendo: “este muro vai cair logo não vai durar, até um animal noturno derrubará seu muro, vocês estão perdendo seu tempo, desistam nós somos mais fortes do que vocês, vamos entrar a qualquer hora aí“ (v.2).

“Provocaram a ira”.
Enquanto os homens estavam trabalhando para reconstruir seus muros o inimigo já estava provocando, tentando desviar suas atenções da obra, querendo irritá-los a tal ponto de desistirem de tudo (v.5).

Amados irmãos, ouça algo importante para a sua vida espiritual. Muitas vezes em nossas vidas, nós estamos querendo levantar os nossos muros, talvez você esteja hoje dizendo: Vou consertar os muros da minha vida como disse o filho pródigo: "Levantar-me-ei e irei ter com meu Pai".
Ou quem sabe você também esteja dizendo agora: vou colocar o pecado do lado de fora como fez o filho pródigo "pequei contra o céu e diante de tí". Pode ter certeza que Satanás vai tentá-lo a desistir, vai querer rir de você, vai dizer você é frouxo, e fraco, que para fazer isso, você não tem coragem!. Deve estar dizendo também que Deus não está se importando com você, e que você já caiu uma vez, vai cair de novo!.

Quando alguém está querendo viver uma vida que agrada verdadeiramente a Deus, esse alguém acaba sendo motivo de zombaria, não sei se isso já aconteceu com você!. Muitas vezes quando um jovem declara que sente o chamado para o ministério, os seus falsos “amigos” começam a rir dele. Ou quando alguém está querendo voltar atrás, e se dispor a colocar padrões morais em sua vida, se prepare!.
Vai começar a sofrer terríveis perseguições! Sabe porque muitas vezes nós encontramos nas igrejas jovens que estão isolados pelos cantos e com poucos amigos? É por que estão querendo levar sua vida espiritual a sério. Fique firme! Não desanime!. Tenha coragem!. Deus está do seu lado!.

Façamos como Neemias que não confiava em si mesmo, porém dizia "O Deus do céu é quem nos dará bom êxito" lembre-se das palavras de Paulo em (Fil. 4:13) "Posso todas as coisas naquele que me fortalece". A vontade de Deus é a nossa santificação, e de acordo com Pedro temos que adicionar a nossa fé a perseverança. Não dê ouvidos ao inimigo, mas prossiga em sua obra de restauração, e nunca desanime, pois assim fez Neemias e o povo: com ânimo fecharam o muro da cidade.

O SEGUNDO DESAFIO DE NEEMIAS – SOFREU ATAQUE DOS INIMIGOS (Neemias 4:7-8).

A zombaria havia falhado em conseguir paralisar a reconstrução do muro. Os inimigos perceberam que o escárnio não havia funcionado, então planejam um ataque armado, e para isso começam a convocar e a unir todas as suas forças (v.8).
- Os arábicos foram liderados por Gesém (Neemias 2:19).
- Os amonitas eram liderados por Tobias (Neemias 2:19). Tobias era um judeu com terras em Gileade, e possuia o título de “oficial amonita”, referindo-se a sua posição como governador de terras amonitas.
- Os asdoditas (Filisteus) provavelmente foram incitados por Sambalate. Este fora governador de Samaria naquela época. Sambalate foi seu principal inimigo político!.
Os inimigos agora querem o confronto (v.8). O termo para inimigos aqui, é a palavra sar que significa “causar dano”. O objetivo desse confronto tinha a intenção de ferir, e matar o povo de Jerusalém. Assim como é o diabo, assim era o comandante Sambalate, estava pronto para destruir todos os desarmados e ingênuos que atravessassem seu caminho!. Os muros já estavam reconstruídos até a metade, não podiam desistir, nem esperar mais pelas “raposas”, que planejavam avançar e realizar o ataque de forma secreta (4.11).

Como reagiu Neemias aos ataques do inimigo? - Com oração, e preparando-se para o ataque (4.9).
Elaborou um plano perfeito. Vejamos como foi esse plano. No capítulo 3, a Bíblia menciona cerca de 40 diferentes seções do muro, e cada uma foi designada para um grupo diferente. Para o trabalho ser eficiente e rápido, os construtores do muro apresentaram um senso de comprometimento e propósito comuns. O que isso significava?
Significava que sabiamente Neemias designou equipes para trabalhar tão perto de suas casas quanto possível. Assim, eles tinham um interesse pessoal em construir aquela seção do muro que defenderia suas próprias residências ou negócios. Irmãos, é preciso encorajar, e não desestimular o interesse das pessoas na obra de Deus.
Os grupos organizados por Neemias, foi realizado em várias bases diferentes. Algumas foram organizadas pela vizinhança; outras, por famílias, e outras por posição social e profissão, além de armar o povo, para estar preparado para qualquer ataque que eventualmente viesse acontecer (4.13).
Não fique com medo de ameaças absurdas. Resista até o fim, e o inimigo desistirá de atacar você!. Siga o caminho e o exemplo de Neemias, pare de se perturbar achando que o inimigo irá conseguir vencê-lo, deitando e rolando, e depois cantar vitória facilmente na sua vida!.
Outro aspecto interessante que aprendemos com Neemias. Com a organização do povo de acordo com as suas aptidões, podemos notar também a grande diversidade que existe em todas as igrejas. Deus dá às pessoas diferentes dons e as chama de diferentes culturas e formações. Contudo, a igreja é única; e crentes devem aprender a trabalhar e adorar juntos!.
Sabemos que Deus é muito maior que qualquer adversário. Como também esteja certo de que a causa pela qual você está lutando é justa. Defender os entes queridos e equipar os judeus para lutar contra seus agressores, foi a proposta que aquele povo recebeu de Neemias. O povo estava totalmente encorajado, e então passou logo a agir de uma forma mais cautelosa como podemos verificar:
- metade trabalhava a outra metade vigiava (4:16).
- os carregadores, ficavam com uma mão na espada e a outra com a carga (4:17).
- os edificadores traziam constantemente a espada na cinta (4:18).
- todos estavam prontos e preparados (4:23).

O povo trabalhava constantemente vigiando o inimigo. Não se descuidavam quer fosse de dia ou de noite (4.21-23). Ao que tudo indica muitos judeus não passavam as noites na cidade, mas voltavam para suas aldeias, e essa atitude além de tomar tempo precioso também fazia com que a cidade ficasse desprotegida à noite, e desta feita exposta aos ataques inimigos. Neemias então orienta o povo a ficar na cidade e trabalhar de dia e servir de guarda durante a noite.

O inimigo é muito astuto, usa de várias estratégias, muitos truques sujos, para nos afastar da obra do Senhor, precisamos de sabedoria vinda de Deus para podermos enfrentar o inimigo, e para isso precisamos estar preparados (I Pedro 5:8-9).

Mas Sambalate não desistiu. Tenta conseguir um encontro com Neemias, supondo que sem a lidernça de Neemias a obra cessaria. O encontro seria no vale de Ono que ficava a aproximadamente a uns 32 Km de Jerusalém, a intenção de Sambalá e seus amigos era a de afastar Neemias da obra, para que na sua ausência atacassem a cidade e até tinham a intenção de matá-lo no vale. De acordo com o relato quatro vezes o mesmo pedido e quatro vezes a mesma resposta.

Neemias considerava a sua obra mais importante que qualquer outra coisa, e ele não queria jogar fora seu precioso tempo. Satanás vai nos fazer convites para nos desviar da obra do Senhor, ele vai nos insistir de todas as maneiras. Colocará em nossos caminhos a mulher adúltera, os jovens serão convidados aos prazeres da mocidade, as “baladas” vão surgir de montão, os prazeres, as orgias, as drogas, enfim, convites de todos os tipos irão aparecer. Se não considerarmos a obra de Deus como prioridade iremos aceitar todos esses convite, ao menos que façamos como Neemias: "Estou fazendo grande obra".

O TERCEIRO DESAFIO DE NEEMIAS – FOI CALUNIADO (Neemias 6:5-9).

Mais uma investida para afastar Neemias da obra, Dessa vez foi a calúnia. A carta foi lida em público com o objetivo de fazer com que ele fosse até Ono para esclarecer os fatos, e assim a obra seria interrompida. Queria minar sua autoridade, dizendo que ele havia comprado os profetas para falarem dele ao povo e proclamá-lo rei.

Quando estamos querendo arrumar nossas vidas diante de Deus, quando estamos querendo erguer novamente os muros da separação do mundo, do pecado e vivermos uma vida santa e que agrada a Deus, Satanás vai tentar nos caluniar, usando pessoas para julgar nossos motivos e intenções. Não desanime, pois "Deus fortalecerá suas mãos".

O QUARTO DESAFIO DE NEEEMIAS – FOI TRAÍDO (Neemias 6:10-13).

O profeta Semaías foi aparentemente subornado para induzir Neemias a refugiar-se no Templo. Diz a Neemias: “Deus me revelou que os inimigos vão tentar te matar ainda esta noite, vamos pois ao templo e nos escondamos lá”. Esse era o propósito real do profeta: induzir Neemias a aceitar a sua proposta para que ambos se refugiassem no templo e escapar do laço de seus inimigos.
Neemias sabia muito bem que, sendo um leigo não poderia entrar no templo (Ex. 29.33). Neemias teria incorrido no desagrado de Deus e dos sacerdotes se tivesse aceitado esse vil conselho, profanaria gravemente a casa de Deus. Teria dado motivo para que seus inimigos pensassem que ele dava pouca importância às ordens de Deus. A menor indicação de falta de temor da parte de Neemias nesse momento crítico, teria sido fatal para o ânimo do povo. A influência de Neemias dependia de seu caráter. Um passo em falso e teria posto tudo a perder, terminaria a sua influência, e a obra que estava em andamento possivelmente iria ser abandonada pelo povo.
Neemias conhecia seu Deus e sabia que Ele não iria dar uma profecia que contrariasse a lei de Moisés, que impedia de um leigo entrar no templo. Neemias deve ter se lembrado da ordem de Nm.18.7 que diz: “o estranho que se chegar morrerá”.
O proceder do profeta Semaías demonstra claramente para Neemias, que a sua atitude era totalmente contrária a vontade revelada de Deus. Isso foi uma evidência suficiente de que se tratava de um falso profeta. Neemias o reconheceu como um impostor!. Quando alguém está andando com Deus e conhecendo a sua palavra, ele não vai dar ouvidos a falsos profetas e a falsas doutrinas (Hb. 4.12 - 5.14).

Conclusão
Assim em meio a zombaria, ataques, calúnia e traição, a obra foi concluída em 52 dias. Não se preocupe se ao tentar consertar sua vida você venha sofrer alguns ataques. Lembre-se esses ataques podem vir até de dentro da sua própria casa ou igreja. Tenha sempre em mente esta grande verdade: “Deus dos céus é quem nos dará bom êxito.”
O povo de Deus precisa ter a devida visão da grandeza da obra para qual Ele nos chamou. Mesmo que a tarefa ou contribuição como indivíduos, pareça simples ou de pouca importância, nós coletivamente como o povo de Deus, estamos “fazendo uma grande obra”.
Neemias manteve-se firme no seu objetivo, não permitindo que nem amigos, nem inimigos desviassem a sua atenção da obra, até que terminasse. Uma grande visão, unida a uma fé inabalável, leva a efeito a realização do propósito de Deus para nossa vida e para nossa geração. Neemias foi um líder dinâmico, ascendeu o entusiasmo dos judeus para o projeto da reconstrução do muro de Jerusalém, soube resistir firmemente à oposição dos povos vizinhos e viu a Cidade Santa cercada novamente por muros. Serviu como governador por doze anos. Depois de um breve retorno à Pérsia, exerceu um segundo mandato de governador de Judá (2.1 – 13.6.7a).
Interessante que a restauração da lei, a renovação do concerto e a devida preservação da linhagem davídica, foram restaurados por Neemias. Todos esses fatos foram os passos que marcaram a primeira vinda de Jesus. O livro de Neemias termina com a esperança profética de que o Senhor em breve viria ao seu templo (Ml.3.1).
O NV, agora começa com o cumprimento dessa expectativa e esperança. Alegre-se portanto com essa notícia maravilhosa!.
Que todos nós possamos dizer em uma só voz: “Ora, vem, Senhor Jesus!”.

Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,016 segundos

Usuários de Hoje: 11948



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--