Online: 316
 
 
"LÁZARO - O AMIGO DE JESUS"
( 19944 visitas )

Publicado em: 30/5/2010
Por: Pr. Alexandre Augusto
Igreja do Evangelho Quadrangular - Itajubá/MG
pastoralexandreaugusto@bol.com.br
 



João – 11: 1 a 4 e 17
01. ESTAVA, porém, enfermo um certo Lázaro, de Betânia, aldeia de Maria e de sua irmã Marta.
02. E Maria era aquela que tinha ungido o Senhor com ungüento, e lhe tinha enxugado os pés com os seus cabelos, cujo irmão Lázaro estava enfermo.
03. Mandaram-lhe, pois, suas irmãs dizer: Senhor, eis que está enfermo aquele que tu amas.
04. E Jesus, ouvindo isto, disse: Esta enfermidade não é para morte, mas para glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela.
17. Chegando, pois, Jesus, achou que já havia quatro dias que estava na sepultura.

    INTRODUÇÃO

        Esta será uma mensagem que certamente nos dará uma outra visão de um relato que marcou a história da humanidade, pois bem sabemos que toda a história se resume em o antes e o depois de JESUS. Para tanto, gostaria que cada leitor prestasse muita atenção nas linhas desta mensagem que muito nos ensinará sobre milagres.

        Quando meditava nesta passagem fiquei maravilhado nas atitudes de nosso Senhor Jesus no que se diz a sua amizade com um homem chamado Lázaro Também sobre algumas lindas revelações que estão contidas nesta mensagem e com certeza irão impactar nossas vidas, por isso ao ler este conteúdo, também o divulgue para que chegue aos quatro cantos da terra e assim muitas vidas possam ser abençoadas. Abra seu coração e se encha de uma simples, mas profunda palavra da parte do Senhor Jesus.

    A AMIZADE DE JESUS E LÁZARO

        Numa pequena cidade nascia um menino cujo nome era, é e sempre será, JESUS, no hebraico YESHUA, que significa o “O SENHOR SALVA”, e como toda criança Ele cresce. Mas a bíblia nos relata que Ele crescia em graça e sabedoria. Isso me mostra que Jesus era diferente das crianças de sua época. Penso que enquanto as outras crianças só pensavam em brincar e se divertir, Jesus com certeza brincava, mas na sua maior parte do tempo Ele buscava entendimento da palavra de Deus, da sua bíblia da época, ou seja, os escritos de Moshé Rabenu, Moisés, e dos escritos dos profetas, e nesse contexto Jesus conheceu muitas outras crianças, creio eu, embora não nos diz os escritos sagrados, que dentre estas crianças estava um menino que se apegou a Jesus, e assim brincavam como crianças e depois estudavam juntos a palavra de Deus. Esse menino tinha um nome, ele se chamava Lázaro, um nome grego, que vem do hebraico Eleazar, que significa “Deus no auxiliou”.

        Embora Jesus após completar seus trinta anos, saia para dar prosseguimento ao plano da redenção do homem, Ele nunca deixou de visitar seu amigo e suas irmãs, cujos nomes eram, Marta a mais velha e Maria a segunda, pois Jesus os amava (v.5). Creio eu, que Lázaro era o caçula. Pelo carinho e cuidados que suas irmãs demonstram para com ele, e quando a bíblia descreve que Jesus foi à casa de Marta, isso nos faz crer que ela era a mais velha e responsável pela casa.

        A amizade de Jesus e Lázaro era algo muito forte. Algo que chegava incomodar muitas pessoas, mas isso alegrava tanto o coração de Lázaro como o se suas irmãs, e penso que quando se juntavam, Jesus e Lázaro falavam da infância. Lembravam das brincadeiras e do tempo em que estudavam a palavra de Deus na sinagoga.

        Porém os tempos passam e certo dia algo acontece. Algo que mudaria a nossa história. Algo que deixaria ainda mais visível, a estrutura dessa amizade.

    A MORTE DE LÁZARO

Alguns dias atrás Jesus vai à casa dos irmãos, Marta, Maria e Lázaro, para um jantar, que ficava em uma aldeia chamada Betânia, pois Ele faria uma viagem e ficaria algum tempo fora. Com certeza foi um lindo jantar, ao ponto de Maria, a irmã do meio, pegar um guardado que tinha o qual valia trezentos dinheiros e joga sobre seu amigo Jesus – a história você conhece – e após o jantar Jesus se despede e se vai.

Os dias passam o amigo de Jesus. Aquele que cresceu, brincou, sorriu e chorou junto com Ele se adoece. Nesse tempo Jesus estava em Jerusalém, e Jerusalém ficava distante de Betânia segundo a bíblia cerca de quinze estádios, sendo que cada estádio correspondiam à distância de 185 metros, dando um total de 2.775 metros ou quase 3 km.

Então as irmãs do amigo de Jesus mandam avisá-lo da enfermidade de Lázaro. Mas Jesus sabia muito mais que nossas mentes possam imaginar e diz que aquela enfermidade não era para morte, mas para que o nome de Deus fosse glorificado. E depois de dois dias Jesus resolve voltar, após dois dias de caminhada Ele chega em Betânia, mas já não encontraria mais seu amigo Lázaro entre os vivos, pois já se fazia quatro dias que o haviam sepultado.

Jesus só encontra o desespero das irmãs que choravam a morte do irmão. Marta sai a seu encontro, e Maria, aquela que derramara todo o ungüento sobre Ele, agora nem sai a seu encontro, mas quando Ele chega ainda ouve de Maria que se estivesse atendido o apelo enquanto seu irmão estava doente, nessa hora Lázaro estaria curado e não morto, embora ainda lhe restasse a fé de que se Jesus pedisse algo a Deus, isso lhe seria concedido.
        
    A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO

Diante daquela situação o coração de Jesus começa a ser espremido dentro do peito, e Jesus pede que o levem até a sepultura onde estava seu amigo. Chegando ao local e ao ver aquela situação, Jesus chora (v.35), este é o menor versículo da bíblia, mas na minha concepção o mais profundo em intensidade sentimental e vou lhes relatar o porquê.

Jesus chega ao local da sepultura e manda que retirem a pedra, algo que nós temos que fazer, retire a pedra que lhe separa de Jesus e então o Senhor fará a parte dEle, e o milagre acontecerá em sua vida. Então Jesus chama o defunto pelo nome. Você sabe por quê? Para que assim somente Lázaro atendesse a voz do milagre e outros mortos não saíssem juntos. Então o falecido sai envolto em tiras, e Jesus manda que o soltem para que continue vivendo. Assim todos se maravilharam das coisas que Jesus fazia.

Eu não sei quantos anos ainda viveu Lázaro depois do milagre de ser ressuscitado por Jesus, mas fico pensando como era conversar com ele depois do ocorrido. Também creio que as coisas que ele viu e ouviu enquanto estava não somente morto, mas arrebatado foram magníficas.
Mas veja bem! Eu creio que o maior mistério dessa passagem não está somente na morte e ressurreição de Lázaro. Mas sim no que vou lhe compartilhar.

    UM MISTÉRIO OCULTO PELA FÉ

Amados irmãos. Quando Jesus morreu, nos diz a bíblia que Ele desceu ao cativeiro e levou de lá, cativo o cativeiro    (Ef-4:8), mas isso somente depois de ser crucificado, durante os três dias que desceu nas profundezas.

Mas sabemos que lá no cativeiro estavam todos aqueles que morreram crendo somente no Deus dos Exércitos, Jeová, o único e Eterno Rei, pessoas como os três patriarcas, Moisés, Davi, Rute, Ester, e tantos outros, como os profetas como Isaías que profetizaram a vinda do filho de Deus.

Assim quando Lázaro chega, todos falavam da promessa. Neste momento Lázaro ainda maravilhado por estar perto de pessoas que ele muito ouviu falar, ele os interrompe. Preste atenção. Creio que foi assim:

__ Com licença! Mas vocês estão falando Jesus? – diz Lázaro.

__ Estamos falando do Messias, o filho de Deus! – reponde Abraão.

__ Eu o conheço. Sou seu amigo. Disse Lázaro.

Então todos cercam a Lázaro e pede para que fale sobre seu amigo. Que lhes conte como ele era, como pregava, como se parecia. E as coisas que Lázaro fala faz com que o cativeiro comece a tremer. Pois só um amigo poderia falar com tanta ênfase sobre fatos relacionados a seu amigo.

        Foram quatro dias. Não três, nem um ou dois dias, mas quatro. Porque?

        Vou lhes dizer.

O PRIMEIRO DIA

        No primeiro dia Lázaro chama o profeta Ezequiel e fala que se confirmou sua visão as margens do rio Quebar, quando viu os quatro seres viventes. Ele então começa pelo rosto de homem. Começa a falar sobre o Messias que veio para salvar, contando quantas pessoas Jesus havia salvado da perdição e do pecado, pessoas como Maria Madalena, Zaqueu e outros.

O SEGUNDO DIA

        No segundo dia Lázaro fala do Jesus que cura, contando das maravilhas que seu grande amigo vinha fazendo. Fala sobre o rosto de Boi, aquele que levou nossas dores e enfermidades. Talvez alguém lhe pergunte, então porque seu amigo não lhe curou? E Lázaro responde que mesmo sem ter lhe curado Ele era seu amigo. Mas Lázaro continua pregando sobre os milagres dos cegos, dos paralíticos, dos surdos e mudos. Todos ficam maravilhados.

O TERCEIRO DIA

        No terceiro dia ele fala sobre o rosto de leão. Fala sobre o Messias que segundo João Batista, os batizaria com o Espírito Santo e com fogo. Mas como isso ainda estava para acontecer, Lázaro fala que realmente Ele era o Leão da tribo de Judá, que era dotado de autoridade e coragem.

O QUARTO DIA

        Nesse último dia Lázaro fala do rosto de águia. Fala que seu amigo teria cumprido tudo que falava e havia dito que um dia após sua morte ele votaria para mostrar todo o seu poderio e majestade. Que se seu amigo disse que voltaria um dia ele então acreditava. E Lázaro acrescentava que seu amigo falava, agia e pensava como Rei.

        Nesse momento, quando todos estavam atentos e maravilhados nas palavras de Lázaro, uma voz se ouviu. Não uma voz comum, mas uma voz que causou um terremoto no cativeiro, e essa voz bradou bem alto.

        __ Láaaazaroooooo!!!!!! Vem para fora!

        Ninguém entendeu. Então Lázaro explica.

        __ É o meu amigo. Ele está me chamando!

        Assim lázaro preparou o cativeiro para a chegada do Messias. Então Lázaro sai e a primeira pessoa que ele vê depois daqueles quatro dias, é seu amigo JESUS O MESSIAS.

    CONCLUSÃO

        A primeira coisa que gostaria de ressaltar é que Jesus não se atrasou, e nem nunca se atrasa, Ele sempre chega na hora certa, Ele não tarda e nem falha. Pois assim foi com seu amigo, e assim é com você se crer nesta palavra.

        Outra coisa que quero lhes dizer é que Jesus chorou um choro muito profundo, mas não por seu amigo, mas pela dor de suas irmãs. E Jesus ainda chora por pessoa que sofrem, pois bem sabemos que Lázaro não estava sofrendo e quem morre em Cristo Jesus não sofre, mas tem gozo, vitória e vida eterna.

        Por isso eu te convido a ser amigo de Jesus, e divulgar esta palavra, pois mesmo em qualquer situação que esteja passando você poderá ouvir a voz de seu amigo lhe dizendo.

__ Meu filho e minha filha, saia para fora!!!!

        Deus te abençoe, te ajude e lhe dê forças. Amém.
        

Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,000 segundos

Usuários de Hoje: 4479



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--