Online: 240
 
 
OFEREÇA A OUTRA FACE
( 2268 visitas )

Publicado em: 23/1/2011
Por: Fernando César Timóteo Alves
FAMÍLIAS PARA CRISTO - Olinda/PE
familiasparacristo_@hotmail.com
 

“Eu, porém, vos digo: não resistais ao homem mau. Se alguém te bater na face direita, oferece-lhe também a outra” (Mateus 5:39).

        A possessão demoníaca em Judas Iscariotes foi um caso à parte na Bíblia Sagrada. Diferentemente de todo aquele que satanás usa a sua vida para matar, roubar e destruir, a traição de Judas fora predita pelo salmista Davi em duas ocasiões, tornando-se, assim, o seu acontecimento irreversível: “Até o meu próprio amigo íntimo, em quem eu confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar” (Salmos 41:9); “Se fosse um inimigo que me afrontava, eu o teria suportado; se fosse um adversário que se engrandecia contra mim, dele me teria escondido. Mas eras tu, homem meu igual, meu guia e meu íntimo amigo. Conversávamos juntos suavemente, e íamos com a multidão à casa de Deus” (Salmos 55:12-14). JESUS estava oferecendo a Sua face esquerda em amor e sendo traído na Sua face direita.

        Porém, a maneira que o espírito maligno agiu no apóstolo traidor não foi diferente das formas que satanás usa para se apoderar das vidas em nossos dias, especialmente na dos cônjuges que decidiram abandonar a sua família e o lar. No caso específico das crises conjugais, das separações e dos divórcios, há três níveis de atuação demoníaca, as quais devemos compreender bem:

1)    Nível mental: uma pessoa opressa por satanás e seus demônios primeiramente é atacada no nível da consciência, da mente, dos pensamentos. Vive confusa, dominada por incertezas e insegurança. Aos poucos, a incerteza e a insegurança transformam-se em falsa certeza e falsa segurança, ou seja, o caminho do pecado produz uma aparente alegria, paz, bem-estar, quando o ser humano passa a acreditar que aquela realidade de vida que está atravessando é a melhor possível. O diabo cegou-lhe os olhos, redirecionou a sua fé para o erro e deu-lhe o engano de pensar que o casamento foi um equívoco, que não há mais solução para a crise, que o amor não existe mais e que uma história com uma nova pessoa trará a felicidade tão esperada. Judas também inicialmente foi atingido em sua mente. Apoderou-se de uma ideia maligna de trair, ainda quando ceava e caminhava com JESUS. Os seus companheiros de apostolado não imaginavam que um, entre eles, arquitetava um grande plano de traição contra o Filho de DEUS. Mesmo sabendo desde o princípio de que seria traído, JESUS não deixou de escolhê-lo como apóstolo, dar-lhe autoridade nem o tratou com indiferença em relação aos demais. Quando uma pessoa é atingida no nível mental a sua fé passa a ser também mal direcionada. Tudo o que ela vem a pensar e a acreditar imagina que DEUS está de acordo. É o engano de satanás. Primeiramente ele cega, depois faz com que a pessoa acredite que a mentira é verdade, que o errado é certo.

2)    Nível do comportamento: com a mente inflamada pelos dardos malignos, não demorará muito para que o comportamento apresente vestígios dessa malignidade. Não há opressão que seja plenamente disfarçada. Os sinais passam a se tornar evidentes. E as mentiras também. A rotina e o desvio de conduta logo são afetados. Os demônios controlam todas as ações. Os pontos iniciais se veem claramente: a pessoa passa a chegar tarde, a dormir fora, a perder aos poucos o desejo sexual pela esposa ou pelo marido, o diálogo e as expressões de carinho também vão diminuindo, a preocupação de esconder ou de omitir certas coisas para que o cônjuge não descubra. São aparentes desvios de comportamento. Quando, enfim, tudo é descoberto, normalmente há o abandono do lar. Se essa pessoa insiste ainda em permanecer em casa, ela se tornará fria, indiferente e até mesmo estúpida ou violenta. Ela deixa de reconhecer tudo o que o outro procura fazer de bom para manter a relação. Não adianta. Já está convencida de que o casamento é um caso perdido. O que interessa mesmo é a nova história, a nova realidade que está vivendo. Algumas pessoas para demonstrar que estão bem escondem-se por trás de uma religiosidade hipócrita: passam a ir à igreja, cear, dizimar, entre outras coisas. Lembre-se: estar na igreja não significa ter vida com CRISTO.

3)    Nível das palavras: já observou como uma pessoa opressa se torna agressiva, especialmente quando esta é confrontada com as suas atitudes? Ela não aceita ser invadida em um mundo que passou a ser exclusivamente dela. Algumas pessoas passam a expressar ódio ao marido e à esposa, em um nível de agressividade assustador. Outras procuram se esconder por trás de uma educação mascarada. O diabo ora mostra a sua verdadeira face, agindo com estupidez; ora revela-se em uma sutileza e desfaçatez impressionantes que não são suas, que não lhes pertence. Por exemplo: é comum uma pessoa que abandonou o cônjuge, a família, o lar, esconder-se por trás de uma cortina de hipocrisia religiosa e cumprimentar os irmãos na fé, saudando-lhes com a “Paz de Nosso Senhor JESUS”. Não é contraditório isso? Uma pessoa que deixou para trás o projeto familiar de DEUS querer adiante abençoar outras pessoas. Mas isso acontece porque satanás é tão sujo ao ponto de fazer com que a pessoa acredite que tudo o que está fazendo é aprovado por DEUS, mantendo-a em desobediência a DEUS e levando-a à perdição de sua alma. As palavras são armas poderosas que satanás usa no processo de opressão espiritual.

Se reconhecermos bem quem é o responsável pelas ações malignas na vida de um marido ou de uma esposa, passaremos, a partir daí, a utilizarmos duas ferramentas poderosas e indispensáveis no processo de libertação espiritual de quem tanto amamos: a fé e a sabedoria.

        A fé se estabelece no plano espiritual, invisível, na mente e no coração. A fé é crermos corretamente que só o ESPÍRITO SANTO liberta uma pessoa opressa por demônios. Se tivermos essa fé concebida em nosso coração, jamais tentaremos fazer algo com as nossas próprias forças. Se eu sei que apenas JESUS pode libertar, por que tentarei dar uma “mãozinha” a DEUS? Fé é confiança plena e irrestrita. EU CREIO QUE DEUS LIBERTA E SOMENTE ELE PODE FAZER ISSO. Um homem não pode libertar o outro, embora use obras de justiça e de amor. O salmista escreveu: “esperei com paciência no Senhor; Ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor” (Salmos 40:1). É o Espírito Santo quem restaura os contritos de coração, liberta os cativos e abre as prisões aos encarcerados. As Sagradas Escrituras também me fazem acreditar que DEUS É FIEL E NÃO HÁ NADA IMPOSSÍVEL PARA ELE. Tudo o que DEUS promete, ELE cumpre. Esse é o grande benefício da fidelidade do Nosso SENHOR: a certeza de que teremos a promessa cumprida em nossas vidas. Não sei como DEUS vai fazer, mas eu sei e creio de todo o meu coração que ELE vai fazer. A maior prova da fé é que não precisamos ver com os nossos olhos naturais as benignidades de DEUS, mas devemos crer que ELE está fazendo.

        De posse de grande fé, é hora de utilizarmos outra grande arma poderosa: a sabedoria. Ser sábio é agir corretamente, no tempo certo. A sabedoria manda que primeiramente eu aprenda a enxergar a vida do outro como algo muito precioso aos olhos de DEUS. Eu odeio satanás, ele é meu adversário, mas eu amo a vida que está sendo opressa por ele. Eu amo simplesmente porque é uma vida, uma dádiva do SENHOR, independentemente se esta vida é do meu marido ou da minha esposa. É vida! Não interessa o grau de parentesco que ela tenha comigo. Por isso, preciso amá-la incondicionalmente. E eu só vou conseguir amá-la verdadeiramente se eu conseguir separar as ações satânicas da vida que está sendo opressa por elas. Se eu não consigo separar essas duas coisas, eu passo a me entristecer e a me desanimar, porque o que o outro pensa, o que o outro faz e o que o outro diz nada de agradável existe. É fácil percebermos que só nos abatemos espiritualmente em duas situações: ou quando dirigimos o nosso olhar às coisas ruins que o outro anda fazendo (olhamos para as circunstâncias) ou quando guardamos em nosso coração as palavras injustas, duras e agressivas que ele desfere contra nós. Se assim não fosse, viveríamos sempre alegres na presença de JESUS. Se o meu cônjuge está opresso pelos demônios, eu não deveria esperar dele obras de justiça, de reconhecimento, de amor, expressões de carinho. Se atitudes dessa natureza fossem manifestas, certamente estranharíamos. Do diabo só devemos esperar mentira, maldade, incompreensão, frieza, traição, injustiça, ingratidão e falsidade. Por essa razão JESUS CRISTO nos ensinou que devemos estar sempre prontos para perdoar, amar e orar por aqueles que são usados por satanás para nos atingir: “Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem” (Mateus 5:44). Paulo, inspirado por DEUS, também aconselhou: “Perdoai... para não serdes vencidos por satanás” (2 Coríntios 2:10).

        Devemos amar o cônjuge especialmente quando ele não merece o nosso amor. O amor com que CRISTO nos ensinou a amar é baseado nas atitudes, sem interesses pessoais, na sabedoria, e não nos sentimentos carnais. JESUS nos amou primeiro, quando ainda éramos lixo no mundo, cativos de satanás. ELE não olhou para as nossas obras malignas, mas nos amou e nos libertou. JESUS investiu em nós com amor quando não merecíamos ser amados. É assim que você deve amar o seu cônjuge.

        Se faço o bem e recebo o mal em troca, o que devo fazer? Continuar fazendo o bem. Se ofereço amor e recebo agressão e injustiça, como devo agir? Amar cada vez mais. Se me agridem com palavras, se me injuriam e me perseguem, qual deve ser a minha atitude mais justa? Abençoar, abençoar e sempre abençoar. Agindo assim eu transformo maldições em bênçãos e profetizo o melhor sobre a vida de quem satanás usa para me amaldiçoar. É crendo em DEUS, amando a vida, fazendo sempre o melhor que teremos vitória em nossa batalha espiritual. A semente do verdadeiro amor é quem liberta um oprimido e, ao seu tempo, produzirá frutos de justiça. Portanto, “(...) se alguém te bater na face direita, oferece-lhe também a outra”, como perfeitamente ensinou Nosso SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. Dessa forma, eis aqui a minha outra face. Pode bater, mas essa batalha eu não perco em Nome de JESUS! Que DEUS nos abençoe!

Fernando César – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça”; “Antes que a Luz do Sol escureça” e da coleção “Destrua o divórcio antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua o adultério antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua a insubmissão antes que ela destrua seu casamento”. Também é líder do Ministério Famílias para Cristo.

Visite o Site: http://familiasparacristo.wordpress.com/

Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,000 segundos

Usuários de Hoje: 19487



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--