Online: 317
 
 
O PROCESSO DA SANTIFICAÇÃO NA VIDA DO CRENTE
( 3573 visitas )

Publicado em: 26/3/2011
Por: Jânio Santos de Oliveira
Presbítero e professor de teologia da Igreja Assembléia de Deus Taquara - Duque de Caxias- Rio de Janeiro
Jsoliveiraconstrucoes.wordpress.com
 

*
"sem santidade ninguém verá o Senhor" (Hb 12.14).

O que não é a santificação
1.    Não é ter apenas aparência de piedade
2.    Não é fanatismo
3.    Não é isolamento

O que Realmente vem a ser santificação? De uma coisa eu sei, é a vontade de Deus para com os seus filhos amados.

A palavra santificação vem do hebraico "kadosh" e do grego "Ágios", que significa SEPARADO. Mas separado do que? Do pecado, a imundícia, dos desejos desenfreados da carne, isso é ser Kadosh.

A santificação é uma das bênçãos da salvação. É o meio pelo qual nós, cristãos, vamos aos poucos abandonando as práticas do pecado e nos tornando semelhantes a Cristo. Nosso objetivo não é tratar da santificação posicional, que nos garante já o título de santos, mas trataremos do processo que vai nos tornando parecidos com Cristo. Segundo as Escrituras, ela é um processo. O homem participa desse processo, separando-se de todas as coisas que o tornam impuro.

Esse é o ensinamento das Escrituras, o qual deixa bem claro a participação do homem nesse processo: “sede santos”, “segui a paz e a santificação”, “vossa santificação”, “sede meus imitadores”, “buscai as coisas que são de cima”, “a inclinação da carne”, “concupiscência”, “a boca fala do que o coração está cheio”, “práticas da carne”, etc, todas essas citações colocam o homem como parceiro de Deus na santificação.

A santificação é um processo que jamais alcançaremos plenamente enquanto não formos transformados, e isso só ocorrerá por ocasião da volta de Cristo Jesus (1 Co 15.52-53). Enquanto estivermos aqui, nós precisamos participar de um processo que chamamos de santificação. Esse é um processo que exige de nós que lutemos diariamente para permanecermos nele; não podemos estacionar, nem parar, mas ir avante, aos poucos, avançando como numa estrada reta por onde temos que chegar ao nosso destino. Nessa estrada nunca estamos sozinhos, pois nos seria impossível caminhar nela por nossa própria capacidade; é aí que Deus propõe uma parceria. Na santificação, a humanidade também coopera com Deus, mas é apenas uma cooperação, porque o homem não tem como caminhar sozinho na estrada que conduz à santificação. A santificação é um processo, porque aqui, diferentemente da justificação e da regeneração, Deus não declara o homem santo (como faz na justificação e na regeneração), Ele vai nos santificando, porque nós também participamos.

Mas poderíamos insistir em nosso questionamento: por que aqui, em vez de nos declarar santos, ele nos faz caminhar? Não seria melhor ele ter nos declarado santo? Isso nos pouparia muitos desgastes. Sim, mas não é nosso objetivo neste texto trabalhar essas questões; enfocaremos o fato de a santificação ser um processo.

Deus nos convida a caminhar na estrada que leva à santificação porque, durante esse período de caminhada, ele vai ao nosso lado, e isso se torna uma grande oportunidade para nós o conhecermos melhor. É justamente quando achamos que vamos sucumbir na caminhada que Ele nos mostra que é possível, com a ajuda dele, dizermos não às coisas que não lhe agradam. Temos o bom exemplo de Jesus, que veio a este mundo e como homem trilhou a caminhada da obediência, demonstrando, assim, que não é difícil para o homem continuar nessa caminhada. É na caminhada que nós nos tornamos semelhantes a Cristo. É na caminhada da santificação que Deus se revela para nós, e sua presença nos encoraja a irmos adiante.
Chamamos a santificação de processo porque é isso que ela é. O crente em Jesus entra nessa estrada logo quando aceita Cristo como salvador, e é aí que começa o processo. A cada dia, a cada mês, a cada ano, vamos deixando as práticas do velho homem, que era escravo do pecado, e passamos a agir gradativamente como Jesus agiria.

Através de toda a Bíblia, a santificação tem sido um elemento essencial na relação entre Deus e seu povo. Esta qualidade de ser separado do pecado é uma característica fundamental da santidade de Deus, que tem que ser desenvolvida como parte do caráter de seus filhos.

Jeová nos quer separado de todo o pecado desse mundo, e como exemplo Ele também se mostra separado daquilo que é mau. Talvez você diga: mas ele é Deus!!! Então eu te digo que Ele mesmo disse que nós somos feitos a sua imagem e semelhança, se Deus disse que nos quer santo, então é por que podemos ser santos, então busque e verá o quanto é maravilhoso se santificar.

O pecado nos veste com uma capa de engano. Portanto, o primeiro estágio para alcançarmos a santidade envolve a exposição do nosso coração à verdade e a eliminação das mentiras que estão dentro dele. Este processo de santificação é realizado pelo Espírito Santo, e a for¬ma pela qual o Espírito nos santifica é a verdade. Uma vez que o Espírito tenha vencido o poder do engano em nossa vida, ele poderá vencer o poder do pecado.

Jesus descreveu aqueles que frutificam no reino de Deus como os que, tendo um "coração bom e generoso, ouvem a palavra, a retêm e dão fruto, com perseverança". A primeira virtude necessá¬ria para a frutificação é um coração honesto. Pois sem amor pela ver¬dade, nenhuma área de nossa vida pode ser acertada.

No processo de santificação há uma necessidade de contrastar-se entre Deus e as coisas que Ele criou. Na gênese de todas as coisas Deus pronuncia seu “muito bom” sobre o homem. Isto significa dizer que o ser criado a sua imagem e semelhança tinha a aprovação do seu criador. Eis a razão pela qual Deus requer nossa devoção a Ele acima de tudo. Em Deuteronômios 6.14-15, o Senhor Jeová reclama essa exclusividade.

Requer também uma separação para Ele, conforme se lê no v.5, exigindo com isto uma entrega total e irrestrita. O “santificai-vos” de Deus é condição formal para se obter as maravilhas prometidas por Ele. É o que leva o Apóstolo Paulo a escrever aos romanos que se lê no cap. 12.1-2, insistindo na apresentação do corpo santificado como sacrifício ao Senhor.

Deus requer ainda uma purificação moral e espiritual. Isto é de sua exclusiva vontade (I Ts. 4.3)

É uma realização exclusivamente divina, realizado por meio de Cristo e através do Espírito Santo (Ez 37.28; 1Ts 2.23; Jd 1; Hb 2.11; 13.12; Rm 15.16; 1Co 6.11; 1Ts 4.8);

•    O crente é separado para Deus e para o Seu serviço (Gl 4.3; 1Co 6.17);
•    Cristo é o nosso maior exemplo de santidade, porquanto Ele é a nossa santificação (1Co 1.30);
•    O crente é conduzido à mortificação da natureza pecaminosa por meio da santificação (1Ts 4.3);
•    É dito que sem santidade ninguém verá a Deus (Rm 6.22; Ef 5.7-9; Hb 12.14);
•    A santificação torna a oferta dos santos aceitável a Deus (Rm 15.16);
•    É da vontade Deus que os crentes sejam santos (1Ts 4.13); os ministros de Deus são separados para o serviço divino por meio da santificação (Jr 1.5).


Josué 3:5 "Santificai-vos, pois amanhã fará o Senhor maravilhas no meio de vós".

Hebreus 12: 14 "Sem santificação ninguém verá a Deus".

Santificação significa: "tornar santo", "consagrar", "separar do mundo e do pecado".

Que coisa difícil é para nós, separarmo-nos do mundo e do pecado. O mundo é tão atraente, tem tantas coisas boas e fáceis aos olhos da carne. Mas a Bíblia diz que sem santificação ninguém verá a Deus. Por isso todos nós temos que buscar a santificação diariamente. E é o Espírito Santo quem nos conduz a santificação.

2 tessalonicenses 2:13 - "Entretanto, devemos sempre dar graças a Deus por vós, irmãos amados pelo Senhor, porque Deus vos escolheu desde o princípio para a salvação, pela santificação do Espírito e fé na verdade."

1 Pedro 1:2 - eleitos, segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e a aspersão do sangue de Jesus Cristo, graça e paz vos sejam multiplicadas.

A santificação muitas vezes tem seu sentido confundido com ser santo, relativo a sem pecado, coisa que nós não podemos ser (Romanos 8:23-24 - "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus"). Na santificação, Deus nos purifica de todo o mal e pecado. E a santificação não diz respeito só a nós seres pensantes, mas também as coisas inanimadas. Devemos santificar tudo o quanto entrardes em nossa casa, para que não sejamos contaminados com o mal e o pecado. A santificação só ocorre com a nossa cooperação. Essa cooperação está descrita em 2 Coríntios 6:14-18:

"14 - Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas?

15 - Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo?

16 - Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? Porque nós somos santuário do Deus vivente, como ele próprio disse: Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.

17 - Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei,

18 - serei vosso Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso."


Aqui julgo desigual se refere que ou você serve a Deus ou ao diabo. O homem não deve unir aquilo que naturalmente é separado. Isto é, não devemos ter amizades intimas com incrédulos, pois isso pode ofuscar a luz de Deus na vida do crente. Mas isso também não quer dizer que não devemos falar com os incrédulos, mas é muito pelo contrário temos que falar do amor de Cristo para todos nós, falar que Jesus veio para Salvar, Curar e Libertar temos que evangelizá-lo e fazê-lo discípulo de Jesus. Mateus 28: 19 - "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;" Esse é um dos primeiros modos de cooperarmos com a nossa santificação.

A segunda forma de nós cooperarmos com a nossa santificação é abstermo-nos da prostituição, 1 Ts 4:3-8:

" 3 - Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição;

4 - que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra,

5 - não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus;

6 - e que, nesta matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor, contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador,

7 - porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação.

8 - Destarte, quem rejeita estas coisas não rejeita o homem, e sim a Deus, que também vos dá o seu Espírito Santo".

Prostituição refere-se não só a vender o corpo, mas também ao adultério, homossexualismo, lesbianismo e outras imoralidades sexuais. Abstendo-nos de imoralidades sexuais estaremos cooperando para nossa santificação.

A terceira forma de cooperarmos está em 1 João 1. 9:

9 - Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

Devemos confessar os nossos pecados a Deus. Devemos admitir a Deus, nossa pecaminosidade, e nossos pecados que cometemos durante o dia, concordando com a afirmação de Deus de que somos pecadores. E devemos admitir que somos pecadores acompanhados da determinação de nos livrar do pecado.

A quarta forma de cooperação, é evitar que palavras torpes, ou mais conhecidas como palavrões saiam de nossa boca.


SANTIFICAÇÃO PASSADA
Significa que o crente já foi posicionalmente separado em Cristo (At. 20. 32; 1 Co. 1:2; 1:30; 6:9-11; He. 10:10, 14). No novo nascimento, cada crente está sendo eternamente santificado em Cristo, é retirado do poder do diabo para dentro da família de Deus (Jo. 1: 14; Ga. 4:4-6), do reino do diabo para dentro do reino de Cristo (Col. 1. 12,13); da velha criação para a nova criação (2 Co. 5:17). Esta santificação é uma realidade eterna e está baseada numa nova posição spiritual que o Cristão tem em Jesus Cristo. Os crentes de Corinto não estavam sem pecado, e apesar disso foram chamados de santos e foi escrito que foram santificados (1 Co. 1:2, 30). Neste sentido, o Cristão pode dizer, "ESTOU santificado em Cristo." Quando fomos chamados do mundo éramos pecadores, mas quando aceitamos a Jesus o que aconteceu? Rm. 9: 30; Rm. 5: 1 e 17; Rm. 5: 8; Ef. 2: 13.

Como nós éramos no passado, como andávamos? I Co. 12: 2; Ef. 2: 11 e 12; Ef. 5: 8.

No passado dizíamos conhecer a Deus, dízíamos ser amigos de Deus, mas na verdade não éramos. Rm. 5: 10; Cl. 1: 21; Tg. 4: 4.

Quando nós encontramos o Senhor Jesus e o aceitamos e nos balizamos e aconteceu? Rm. 6: 6; I Co. 5: 7; Cl. 3: 9 e 10. Se verdadeiramente tomarmos posse da vida cristã, e nos despojarmos do velho homem. O que aconteceu? Is. 43: 25; II Co. 5: 17; Hb.10: 19 a 20.

SANTIFICAÇÃO PRESENTE
Para permanecermos neste caminho como deve ser a nossa vida? (Cl. 1: 22; I Ts. 3: 13; I ts. 5: 23 e 24; Rm. 12: 1).
Por que é necessário que se viva em Santificação? (I Ts. 4: 3 - 7; Hb. 12: 14; II Ts. 2: 13). Se nós olharmos para a Palavra de Deus, vamos ver que a ordem de Deus para nós é a Santificação. (I Pd. 1: 16; Ef.1. 4; I Pd. 2: 4 e 5).
Muitos podem dizer: Mas o que é ser santo? Ser santo é vencer a carne. (Rm. 8: 12) o mundo (I Jo. 5: 4) O pecado (Rm. 6: 14) e finalmente vencer a Satanás. (Tg. 4: 7).
Temos que andar em Santidade por que aqueles que em nós habita é Santo. (I Co. 3: 16; I Co. 6: 19 e 2o; Rm. 5: 5).
Indica o processo pelo qual o Espírito Santo gradualmente muda a vida do crente para dar vitória sobre o pecado. Esta é a santificação prática. Trata-se do crescimento cristão, deixando o pecado do lado e vestindo dedicação a Deus (Ro. 6:19, 22; 1 Th. 4:3, 4; 1 Pe. 1:14-16). [Nota do tradutor: A palavra inglesa “godliness” aparentemente não tem tradução própria em português. Ela significa algo parecido como “ser semelhante, ser um reflexo de Deus”. O dicionário somente indica “piedade, dedicação a Deus”.] Este processo atual de santificação nunca acaba nesta vida (1 Jo. 1:8-10). O Cristão precisa resistir ao pecado até ser levado deste mundo através da morte ou na volta de Cristo. Neste sentido, o Cristão pode dizer, "ESTOU SENDO santificado pelo poder de Deus."

SANTIFICAÇÃO FUTURA
VIDA ETERNA E GLÓRIA: Como ficaremos quando Jesus nos vier buscar? Como ficará o nosso corpo? (Rm. 8: 17; Rm. 8: 29 e 30; Fp. 3: 20 e 21).

Como podemos ter a certeza de que o nosso futuro é de Glória? Rm. 8: 18; Rm. 9: 23 e 24; I Co. 15: 41 -43 e 44. Sabemos que a santificação é a chave que abre a porta para a Vida Eterna, podemos dizer é fácil ganhar a Vida Eterna. (Mt. 7: 14; Mt. 22: 14; Mt. 11: 25.)

Quando Jesus vier na Sua Glória para dar a Vida Eterna para aqueles que venceram, o que dirão eles? (Jó. 42: 5; Is. 25: 9; Lc.2: 30.)

É a perfeição que o crente vai desfrutar na ressurreição (1 Tes. 5:23). Na vinda de Cristo, cada crente receberá um corpo novo que estará sem pecado. O Cristão não terá mais de resistir ao pecado ou de crescer para a perfeição. Sua santificação estará completa. Ele estará inteira e eternamente separado do pecado e para Deus. Neste sentido, o Cristão ESTARÁ santificado na volta de Cristo.

Vivemos num mundo que tem sido manchado, por milhares de anos, pelo pecado. Estamos rodeados por violência, pornografia, desonestidade e falsa religião. Deus não pretende que nos isolemos deste mundo (Jo 17.14-21), mas que fujamos dos seus pecados (1tm 6.11) e brilhemos como luzes num mundo de trevas (MT 5.14-16). Nunca foi fácil viver como povo santificado num mundo de corrupção e injustiça, mas é possível. Jesus provou isso durante uma vida de pureza sem pecado. É nossa responsabilidade seguir seus passos: "Porquanto para isto mesmo fostes chamados, pois que também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os seus passos, o qual não cometeu pecado, nem dolo algum se achou em sua boca" (1 Pe 2.21-22).

Que Deus nos ajude a permanecermos fiéis a Ele até ao grande dia do arrebatamento da Igreja quando não mais precisaremos seguir um processo, mas atingiremos o padrão absoluto de santidade como Deus possui (Jo 3.1,2).


Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,000 segundos

Usuários de Hoje: 4571



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--