Online: 235
 
 
Salomão foi salvo, Ou morreu no pecado?
( 10407 visitas )

Publicado em: 25/6/2011
Por: Jânio Santos de Oliveira
Presbítero e professor de teologia da Igreja Assembléia de Deus Taquara - Duque de Caxias- Rio de Janeiro
janio-construcaocivil.blogspot.com
 

A Vida de Salomão

Depois de tantas provações e disciplinas para conseguirem entrar na terra e se estabelecerem, os israelitas começam a experimentar o que significa ser a nação cujo Deus é o Soberano.

Neste livro veremos como o reinado de Israel chega ao ápice com Salomão, constituindo-se política e religiosamente, mas também veremos seus fracassos e como uma nação poderosa se destrói até perder a sua principal herança, a terra prometida.

Os relatos sobre os reis demonstram como os homens são inconstantes em sua busca a Deus e como o fato de ter um rei a frente não significa nada se o mesmo não tiver o temor a Deus. O monarca de Israel devia entender que a sua luta não era somente política, mas principalmente guiar o povo para a verdadeira adoração.

Todas as exortações dos líderes anteriores, como Moisés, Josué e Davi, sobre adorar o Deus Único somente, pareciam demasiadamente repetitivas. Mas esses livros de reis comprovam que tais pregações tinham coerência, pois o povo se afastava muito fácil, seguindo a outros deuses, tornando-se semelhantes aos povos pagãos.

Outro aspecto que será visto é a conseqüência de “brincarem” com o pecado. O povo de Israel, assim como nós, parecia desleixado em muitos momentos e mostravam ter um coração dúbio para obedecerem a Deus, cultuando Javé e ao mesmo tempo deuses como Baal, cujo rito era extremamente sensual.

O autor do livro de Reis é desconhecido e não há nenhuma pista de quem o tenha escrito. Podemos afirmar que existem mais de uma hipótese para a sua elaboração. Se foi obra de um só autor, o mesmo compilou diversas informações registradas nos livros da história dos reis de Israel e no Livro da história dos reis de Judá, ou seja, ele dependeu de outros autores.

Nesta primeira parte estudaremos a vida do homem mais sábio e mais rico que experimentou tudo de bom que esta vida pode oferecer. A história de Salomão é fascinante e trágica e nos mostra a triste realidade de nossa natureza tão corrupta.

Embora a Bíblia aliste por nome alguns homens e mulheres de fé que sem dúvida serão ressuscitados, ela não menciona especificamente as perspectivas de ressurreição de cada um desses personagens alistados. (Hb 11.1-40) No entanto, podemos ter uma idéia de como será o julgamento de Deus no caso de Salomão se compararmos o que aconteceu na sua morte com os acontecimentos relacionados com a morte de outros fiéis.

O que aconteceu com Salomão quando morreu? A Bíblia responde: “Os dias que Salomão reinou em Jerusalém sobre todo o Israel foram quarenta anos. Salomão deitou-se então com os seus antepassados e foi enterrado na Cidade de Davi, seu pai.” (1 Re 11.42, 43) .

Não podemos precisar aonde se encontra o seu corpo.

Essa conclusão dá a entender que há uma possibilidade de ressurreição para as pessoas sobre as quais as Escrituras dizem especificamente que ‘se deitaram com seus antepassados’. Diz-se exatamente isso a respeito de muitos reis que sucederam Salomão, embora não tivessem sido fiéis. Isso é perfeitamente possível, pois “há de haver uma ressurreição tanto de justos como de injustos”. (At 24.15) É claro que se saberá com certeza quem foi favorecido com a ressurreição somente depois “que todos os que estão nos túmulos memoriais” forem trazidos à vida. (Jo 5:28, 29)

Salomão teve uma biografia importante:

No décimo ano de seu reinado, ele começou a construção do Templo de Jerusalém, obra que exigiu a força de trabalho de um enorme número de israelitas durante sete anos. Quando o templo ficou pronto, Salomão convocou os principais líderes do povo e todo o povo e ordenou o translado da arca da Aliança para o templo. No dia do cortejo, que foi feito com grande pompa, em que todos os sacerdotes e levitas cantavam salmos e o povo festejava, foi imolado um imenso número de ovelhas e bois em sacrifício. A arca foi colocada no local chamado de Santo dos Santos, sendo que aí somente uma vez por ano era permitida a entrada do sumo sacerdote. O templo era muito grande e muito bonito, conforme contam as Sagradas Escrituras. Com o passar do tempo, ele se tornou o referencial maior para o povo de Israel.

Além de tudo isso, Salomão executou várias outras obras, como o palácio real e suas dependências e ainda fortificou as muralhas de Jerusalém e ergueu torres de vigia em diversos pontos. Todas essas obras demandaram elevados recursos os quais, mais tarde, iriam refletir em impostos para o povo.

Salomão se tornou conhecido por sua sabedoria, bem como por ter tido um reinado longo e pacífico. Outro ponto marcante de seu reinado foi a prosperidade que ocorreu em seus dias e as abundantes riquezas. O comércio foi impulsionado, sendo que os israelitas estabeleceram laços comerciais com diversos povos vizinhos. No Golfo de Ácaba, ele mantinha uma frota de navios comerciais muito bem equipada. Conforme narra a Escritura, os cedros utilizados na construção do templo foram importados do Líbano. Apesar de seu reinado ter sido pacífico, ele manteve seus exércitos bem equipados, principalmente com carros e cavalos de guerra.

Ao contrário de seu pai, Salomão não foi e nem precisou ser um grande líder guerreiro. A extensão territorial herdada de Davi foi mantida durante seu reinado. Assim, ele se dedicou a desenvolver as atividades comerciais e também industriais e a melhorar o sistema administrativo, bem como estabelecer e fortalecer as relações diplomáticas com os povos vizinhos. Foi uma dessas alianças políticas que o levou a se casar com a filha do faraó.

No entanto:

No Livro de Reis, é mencionado que ele possuía setecentas mulheres e trezentas concubinas. Naqueles tempos antigos, e ainda mais no oriente, isso era considerado normal e aceito por todos. Por outro lado, de tempos em tempos surgia algum profeta contrário a essas práticas e as condenavam veementemente. E foi devido a esses excessos, os quais conduziram o rei a práticas de idolatria que, já no fim de sua vida, Deus falou-lhe que seu reino seria dividido. E assim aconteceu.

Ao longo dos séculos, várias histórias uma das mais conhecidas é a que narra como o sábio rei julgou a disputa de uma criança por duas mulheres que afirmavam cada uma ser a verdadeira mãe do bebê. Ele ordenou que a criança fosse partida ao meio e cada metade fosse entregue a cada uma das mulheres. Ao ouvir isso, uma mulher gritou desesperada que ele não partisse a criança, mas que a entregasse à outra mulher.

Dessa forma, a verdadeira mãe se tornou conhecida, pois somente esta seria capaz de ver seu filho entregue a outra pessoa, vivo, do que vê-lo morto. Outra história trata da visita da rainha de Sabá, um reino que existia na Arábia, a Jerusalém para conhecer a sabedoria do rei Salomão.

O ponto central da história de Salomão está no sonho que ele teve, quando o Senhor apareceu-lhe e disse: "Pede-me o que quiseres e eu te darei". A resposta de Salomão foi: "Senhor, meu Deus, fizeste-me rei, a mim vosso servo! Sou ainda muito novo e inexperiente e o vosso povo é numeroso.

Dai-me um coração dócil para que eu saiba governar". Então, o Senhor disse-lhe: "Não me pedes longos dias, nem riquezas, mas sabedoria para bem julgar. Vou atender o teu desejo. Dou-te sabedoria e inteligência como ninguém a teve, nem jamais terá. Dou-te também o que não me pediste: riquezas e glória. E se tu guardares os meus preceitos, como os guardou teu pai Davi, dar-te-ei longos anos de vida".

Com relação a salvação de Salomão veja o que o Senhor diz na sua palavra, e a sua promessa, feita a Davi seu servo, homem segundo o seu coração. em: 2 Sm 7 . 12- 15.

"Quando teus dias se cumprirem e descansares com teus pais, então, farei levantar depois de ti o teu descendente, que procederá de ti, e estabelecerei o seu reino. Este edificará uma casa ao meu nome, e eu estabelecerei para sempre o trono do seu reino.

Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; se vier a transgredir, castigá-lo-ei com varas de homens e com açoites de filhos de homens. Mas a minha misericórdia se não apartará dele, como a retirei de Saul, a quem tirei diante de tí."

Veja agora como está escrito na Bíblia NTLH "linguagem de hoje". "E, quando você morrer e for sepultado ao lado dos seus antepassados, eu colocarei um dos seus filhos como rei e tornarei forte o reino dele. Será ele quem construirá um templo para mim, e eu farei com que os seus descendentes governem para sempre.

Eu serei o pai dele, e ele será o meu filho. quando ele errar, eu o castigarei como um pai castiga seu filho. Porém não retirarei dele o meu amor, como fiz com Saul, para que você pudesse ser rei.

Deus prometeu ao seu servo Davi que o seu filho Salomão, iria construir o templo para ele, porque ele não permitia que Davi, apesar de ser um homem segundo o seu próprio coração, construísse o templo porque tinha derramado muito sangue em suas jornadas.

Então Deus queria que Salomão fizesse esse templo e prometeu que o reino dele seria para sempre na descendência de Davi e também se Salomão viesse a pecar seria castigado pelas leis e julgamentos dos homens sofrimentos e não por Deus, porque o SENHOR prometeu a Davi que não retiraria dele o Espírito Santo como retirou de Saul, para que Salomão tivesse a vida eterna.

Mas se você ainda duvida da salvação de Salomão, leia em: 1 Pe 3 . 18- 20, onde a bíblia diz, "Porque Cristo padeceu uma vez pelos pecados, os justos pelos injustos para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito, no qual também foi e pregou aos espíritos em prisão, os quais em outro tempo foram rebeldes, quando a logaminidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucos, a saber, oito pessoas, foram salvos, através da água. A bíblia diz que quando Jesus morreu ele foi pregar aos espíritos em prisão, isto é:

Todos aqueles que tinham morrido desde o início do mundo até o tempo da arca de Noé, e depois do dilúvio até a vinda de Jesus, antes que ele o Salvador de toda humanidade tivesse encarnado neste mundo e estavam aguardando a sua visita, onde de fato Jesus foi e pregou que era o messias e que veio para levá-los para o lugar onde ele tinha preparado.

Logicamente que Salomão se estivesse lá, deve ter sido um dos primeiros a aceitar o convite de Jesus, assim como muitos que não o conheciam. Jesus nunca mais voltará a esse lugar porque deste dia em diante todos ficaram sabendo que Ele existe e é só aceitá-lo como Senhor e Salvador que todos serão salvos.

E a todos neste mundo, que nunca ouviram falar de Jesus como Senhor e suficiente Salvador, no dia do julgamento serão julgados por Deus pela sua consciência,

"Quando, pois, os gentios, que não tem lei, procedem, por natureza, de conformidade com a lei, não tendo lei, servem de lei para si mesmos, estes mostram a norma da lei gravada no seu coração, testemunhando-lhes também a consciência e os seus pensamentos, mutuamente acusando-se ou defendendo-se; no dia em que Deus, por meio de Cristo Jesus, julgar os segredos dos homens, de conformidade com o meu evangelho"( Rm 2 . 14- 16). "Então, se abriram livros, ainda outro livro, o livro da vida, foi aberto, e os mortos foram julgados, segundo suas obras, conforme o que se achava escrito nos livros" ( Ap 20. 12).

Apesar da dúvida, ao que tudo indica Salomão será salvo

a.Talvez por amor a Davi;

b.Considerando o pacto de Deus feito com ele

c.E por ato de Misericórdia;

pois a Bíblia diz que “As misericórdias do Senhor são as causas de não sermos consumidos” (Lm 3.22). Mas, como nos céus teremos muitas surpresas, talvez seremos surpreendidos quando lá chegarmos . Uns por avistá-lo; outros poderão vir a ser surpreendidos se não avistá-lo.

De qualquer forma a melhor coisa que devemos fazer é ficar firme na presença de Deus, pois detalhes como este e muitos outros teremos toda a eternidade para desvendar.

Fique com Deus e a paz do Senhor Jesus reine no seu coração até aquele grande dia. Amém!


Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,000 segundos

Usuários de Hoje: 11848



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--