Online: 237
 
 
OS SEIS SIGNIFICADOS ESPIRITUAIS DE SE ASSENTAR À MESA DO REI
( 2490 visitas )

Publicado em: 2/4/2012
Por: Jânio Santos de Oliveira
Presbítero e professor de teologia da Igreja Assembléia de Deus Taquara - Duque de Caxias - RJ
janio-estudosteolgicos.blogspot.com
 

Vamos meditar hoje em 2 Samuel 9:1-13 Que nos diz:.

“1 E DISSE Davi: Há ainda alguém que tenha ficado da casa de Saul, para que lhe faça benevolência por amor de Jônatas?

2 E havia um servo na casa de Saul cujo nome era Ziba; e o chamaram à presença de Davi. Disse-lhe o rei: És tu Ziba? E ele disse: Servo teu.

3 E disse o rei: Não há ainda alguém da casa de Saul para que eu use com ele da benevolência de Deus? Então disse Ziba ao rei: Ainda há um filho de Jônatas, aleijado de ambos os pés.

4 E disse-lhe o rei: Onde está? E disse Ziba ao rei: Eis que está em casa de Maquir, filho de Amiel, em Lo-Debar.

5 Então mandou o rei Davi, e o tomou da casa de Maquir, filho de Amiel, de Lo-Debar.

6 E Mefibosete, filho de Jônatas, o filho de Saul, veio a Davi, e se prostrou com o rosto por terra e inclinou-se; e disse Davi: Mefibosete! E ele disse: Eis aqui teu servo.

7 E disse-lhe Davi: Não temas, porque decerto usarei contigo de benevolência por amor de Jônatas, teu pai, e te restituirei todas as terras de Saul, teu pai, e tu sempre comerás pão à minha mesa.

8 Então se inclinou, e disse: Quem é teu servo, para teres olhado para um cão morto tal como eu?

9 Então chamou Davi a Ziba, moço de Saul, e disse-lhe: Tudo o que pertencia a Saul, e a toda a sua casa, tenho dado ao filho de teu senhor.


10 Trabalhar-lhe-ás, pois, a terra, tu e teus filhos, e teus servos, e recolherás os frutos, para que o filho de teu senhor tenha pão para comer; mas Mefibosete, filho de teu senhor, sempre comerá pão à minha mesa. E tinha Ziba quinze filhos e vinte servos.

11 E disse Ziba ao rei: Conforme a tudo quanto meu senhor, o rei, manda a seu servo, assim fará teu servo. Quanto a Mefibosete, disse o rei, comerá à minha mesa como um dos filhos do rei.

12 E tinha Mefibosete um filho pequeno, cujo nome era Mica; e todos quantos moravam em casa de Ziba eram servos de Mefibosete.

13 Morava, pois, Mefibosete em Jerusalém, porquanto sempre comia à mesa do rei, e era coxo de ambos os pés.”

Havia ainda um jovem com um nome bem peculiar – Mefibosete -, que era filho de Jônatas e, provavelmente, estava na linhagem real. Fora nascido para ser príncipe, mas vivia no deserto. A Palavra de Deus diz que Mefibosete era aleijado de ambos os pés. 2 Sm 4:4 “Jônatas, filho de Saul, tinha um filho aleijado dos pés; era de idade de cinco anos quando de Jezreel chegaram as notícias da morte de Saul e de Jônatas; então sua ama o tomou e fugiu; sucedeu que, apressando ela a fugir, ele caiu, e ficou mando.

Seu nome era Mefibosete.” O Vale de Jezreel, era a planície onde se travou a batalha entre Israel e os Filisteus.

Como naquela época a medicina não era tão avançada, e havia pouco conhecimento de ortopedia, os ossos daquela criança cicatrizaram de forma errada, por isso seus pés cresceram deformados.

O nome “Mefibosete” em hebraico é composto por duas palavras; a primeira significa: “despedaçado”, e a segunda: “vergonha”.

Creio que toda essa história, o ESPÍRITO SANTO escreveu para revelar nosso próprio estado decaído vergonhoso e vil. Assim é a expressão do nosso coração despedaçado pelo pecado, envergonhado diante de Deus e dos homens.

Em 2 Sm 9.8, Mefibosete ao chamar-se de "Cão morto", ele usa as palavras descritivas para lembrar que ele era uma criatura desprezível, vil e indigna O pecado transtorna tanto o ser humano que afinal o torna desprezível aos seus próprios olhos, formando uma auto-imagem negativa de si mesmo, incapaz de perceber que em Jesus Cristo ele se torna uma nova criatura.

 A GRAÇA DE DEUS E MEFIBOSETE
“Disse Davi: Resta ainda, porventura, alguém da casa de Saul, para que use eu de bondade para com ele, por amor de Jônatas? Havia um servo na casa de Saul cujo nome era Ziba; chamaram-no que viesse a Davi.

Perguntou-lhe o rei: És tu Ziba? Respondeu: Eu mesmo, teu servo. Disse-lhe o rei: Não há ainda alguém da casa de Saul para que use eu da bondade de Deus para com ele? Então, Ziba respondeu ao rei: Ainda há um filho de Jônatas, aleijado de ambos os pés.”( 2 Sm 9:1-3)

Alguém já disse que graça de Deus é presente dado sem que mereçamos.

A graça portuguesa vem do latim Gratus, agradável, amável.

Dentro da teologia cristã, a “graça” vem indicar o favor divino; gratuitamente oferecido, com base na missão de Cristo, recebida através da confiança humana na palavra de Cristo.

O vocábulo: No grego é ‘charis’. A palavra traduzida por “graça” envolve muitos sentidos. Significa: Graciosidade, atrativos, favor, cuidados ou ajuda graciosa, boa vontade, dom gracioso.

Esse texto é um relato de graça e favor imerecido, do Rei Davi para com Mefibosete, filho de Jônatas, homem mui amado de Davi, que tempos atrás havia feito uma aliança com Jônatas de fidelidade e bênção.

É uma história semelhante a que Deus o Rei dos reis (Davi), por causa de seu amor ao filho (Jônatas), abençoa os homens (Mefibosete), apesar de seus pecados.

 UM CORAÇÃO TRANSBORDANTE DE GRAÇA

Davi, um vencedor, todas as batalhas foram por ele ganhas, ficou muito rico e abastado.

Uma pergunta graciosa. “ Resta ainda, porventura, alguém da casa de Saul., para que use eu de bondade para com ele, por amor de Jônatas”( 2 Sm 9:1)
Davi havia feito uma aliança de amor e fidelidade perpétua com Jônatas e sua posteridade.(I Sm 20:13-17)

O termo amor, usado por Davi, vem do hebraico “hesed”, que significa: Misericórdia, bondade, amor permanente, firme, imutável.
Um servo depreciador: Ziba. “ Disse-lhe o rei: Não há ainda alguém da casa de Saul para que use eu de bondade de Deus para com ele? Então Ziba respondeu ao rei: Ainda há um filho de Jônatas, aleijado de ambos os pés.” (2 Sm 9:3)

Davi não estava perguntando as propriedades físicas do indivíduo; se perneta, aleijado, bom, se era rico, pobre, ou merecedor da graça; o que ele queria era oferecer, presentear Mefibosete.

Um aleijado em Lo-debar. Em hebraico significa: um lugar árido; em português, o nome pode significar: terra onde não há pasto. É como se o servo dissesse que o filho de Jônatas estava vivendo no sítio de completa aridez; aonde não havia colheitas, despovoado, um deserto.

Buscando o aleijado. (2 Sm 9:5) “… mandou o rei Davi trazê-lo de Lo-debar…”

Mefibosete recebeu o convite e aceitou ir a até o Rei. ( Mt 22:1-14)

Palavras consoladoras de Davi para com Mefibosete, um servo desconfiado. “Não temas, porque usarei de bondade para contigo por amor de Jônatas, teu pai…” 2 Sm 9:7

 O AMOR DE DEUS É INCONDICIONAL

No versículo 1 Davi faz menção de usar de benevolência baseado na Aliança de Amor que ele havia feito com Jônatas: “E DISSE Davi: Há ainda alguém que tenha ficado da casa de Saul, para que lhe faça benevolência por amor de Jônatas?”; e num espaço de tempo entre os versículos 1 e 3 eu imagino que Davi tenha pensado, refletido, e chegado à conclusão de que ele conhecia o seu próprio coração, que era incapaz de amar a Mefibosete baseado no seu próprio amor, então no verso 3 ele recorre à outra expressão: “Não há ainda alguém da casa de Saul para que eu use com ele da benevolência de Deus?”

Davi entende que seria incapaz de amar a Mefibosete baseado somente na Aliança que ele havia feito ao seu fiel amigo Jônatas, então ele recorre ao amor incondicional de Deus, que ele mesmo conhecia profundamente. Não há absolutamente nada em nós humanos pecadores que altere o amor incondicional de Deus. Não temos méritos algum, nada podemos fazer para Deus para que Ele nos ame.

 SE ELE NÃO OBTIVER UMA REVELAÇÃO DA GRAÇA DE DEUS!

1.Olhando para o versículo 1 do capítulo 9 de 2 Samuel, a frase "...para que lhe faça bem...", é o termo hebraico CHESED, traduzido por GRAÇA; é muito mais que um favor imerecido; a Graça só pode mesmo brotar do coração de Deus que tanto amou o homem pecador.

2.Quando ele indaga: "Há alguém..." - é um desejo incondicional, uma questão que flui graça, amor e misericórdia de Deus; O que levaria ao Rei Davi se interessar por alguém da linhagem antecessora do rei, se era comum que o novo rei desterrasse por completo a linhagem anterior do seu reino? Só o amor de Deus derramado em nossos corações nos leva às atitudes reais e tão sublimes como esta do Rei Davi.

Quais as realidades espirituais deste texto podem tirar como lições para nossas vidas hoje através de Davi e Mefibosete?

A. Davi – representa o Senhor Jesus Cristo que, por causa da Nova Aliança baseada no Seu sangue derramado na cruz do calvário, decidiu usar de bondade amor e Graça para conosco. Davi foi bondoso com Mefibosete, não porque o filho de Jônatas fosse merecedor de honras, deficiente físico que deveria gozar de algum privilégio social, ou bonzinho, mas apenas por causa da aliança firmada com o filho de Saul.

B. Mefibosete – representa o homem pecador, aleijado, deficiente físico e espiritual por causa do pecado. O homem fora criado por Deus para ser rei, mas vive na plebe, na miséria, com os pés quebrados, mas saiba: Deus é Misericordioso, e Suas Misericórdias são a causa de não sermos consumidos, pois Elas se renovam a cada manhã.

Hoje, Jesus, o nosso Rei, quer usar de bondade para conosco, não porque sejamos merecedores, porque não há nada que façamos nesta terra que nos faça ser merecedores de alguma Graça que vem de Deus, mas por causa da aliança firmada com o Sangue do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo vertido na cruz do calvário.

O QUE SIGNIFICA TER OS PÉS ALEIJADOS?

A principal característica de Mefibosete eram os seus pés aleijados. O significado de pés na Bíblia, apontam para o nosso caminhar. O Fato de Mefibosete ter os pés aleijados, significa que seu caminhar diante dos homens era torto, deficiente, e diante de Deus, era espiritualmente defeituoso; definitivamente havia pecados na vida deste homem e ao estudar a sua história podemos concluir isto.

Destacamos aqui o grande Amor que o Senhor demonstrou: Ele resolveu usar de bondade para conosco quando ainda tínhamos nossos pés aleijados, joelhos trôpegos e mãos decaídas, quando andávamos por caminhos tortuosos, andávamos desgarrados, andávamos no pecado Se o pecado persistir em nossas vidas teremos as mesmas características de alguém com os pés aleijados.

1. Um aleijado não anda normalmente, anda cambaleante, ele não anda ereto. Quando há pecado em nossas vidas, andamos cabisbaixos, alienados de Deus, incapazes de olhar para o céu em gratidão a Deus, por causa da terrível vergonha que o pecado nos causa;

2. Alguém que possui um andar defeituoso não consegue andar tanto quanto os outros, este indivíduo é lento, cansando-se rapidamente porque precisa gastar muita energia; É perceptível como o pecado na nossa vida drena nossas forças e nos faz incapazes de avançar normalmente na Vida Cristã como os demais irmãos, então passamos a ser fardos pesados, pedras de tropeços, e impedimos a Igreja de avançar, pois somos carregados pelos outros;

3. Por ser uma pessoa com os pés aleijados, além de atrasar o avanço dos outros, não conseguimos chegar até onde os outros normalmente vão, aleijados, ou deficientes físicos possuem enormes dificuldades e muitos obstáculos são colocados para eles caminharem. E atentem bem, não estou aqui me referindo às deficiências físicas, estou falando de deficiências espirituais.

Lembra-se do pecado de Miriam, irmã de Moisés? Ela teve de ser colocada fora do arraial, e enquanto ela estava fora do arraial para ser restaurada da sua lepra, Moisés e o povo de Israel ficaram impedidos de prosseguir a sua jornada. Ela atrasou o avanço do arraial para chegaram em Canaã.

Veja sinceramente, o quanto eu e você muitas vezes temos impedido que o arraial do Senhor avance para o alvo que o Senhor propôs.

Se você tem percebido que não consegue caminhar normalmente junto com os demais irmãos, não tem sentido prazer na comunhão dos santos, e que está havendo um cansaço de alma constante fazendo-o desistir, deixando os sonhos morrerem à beira do caminho, enquanto todos caminham avante, pare e observe se porventura, há pecados em sua vida.

Por outro lado, pode ser que você esteja consciente do seu pecado e, por isso mesmo, tem entrado num estado de prostração e desespero angustioso de tentar esticar os pés tortos. As pessoas dizem que é só uma questão de decisão, de perseverança ou disciplina mas nada parece fazer efeito sobre os seus pés.
Tantos caminham normalmente eretos ao seu lado e você não entende por que eles tem tido sucessos, parecem tão ágeis, rápidos, espertos, com um caminhar tão correto diante de Deus e você vive capengando num caminhar desajeitado de altos e baixos, tropeçando aqui, caindo acolá. Você sente-se diferente, mais pecador e pior que os outros.

É impossível ao homem esticar os próprios pés aleijados. É terrível quando somos cobrados por coisas que não conseguimos mudar em nós. O nosso estado psicológico fica destroçado. Foi exatamente isso que aconteceu com este homem, Mefibosete, e por isso que ele foi morar muito longe das terras reais dos seus pais, foi morar em LO-DEBAR.

 LO-DEBAR É DESERTO, É LUGAR DE FUGA!

Lo-Debar é um lugar seco e árido, inóspito, onde nada se planta e nada se colhe. Em deserto, lugar de areia e sol escaldante não adianta plantar nada mesmo. É um lugar de desolação, tédio, solidão, depressão, tristeza, é de fato um lugar de fuga. A situação fica pior quando lembramos que Mefibosete

fora criado para ser um príncipe, pois era da linhagem Real de Jônatas, filho do rei Saul, criado para morar num palácio e desfrutar do melhor da vida. Não fomos criados para nos contentar com uma vida árida, pois fomos criados para abundância e para dignidade.

Não somos donos do mundo, mas somos filhos do dono! Diz um provérbio popular. Mas, quando cedemos espaço em nossas vidas para aquilo que está fora da vontade de Deus; quando o nosso caminhar está fora do padrão do Senhor, invariavelmente, vamos morar fugindo isolado em Lo-Debar, no deserto, quando deveríamos morar em Canaã, o lugar de delícias. Por detrás de um deserto sempre existem pés aleijados.

É por isso que o casamento de muitos é Lo-Debar, o trabalho, a vida emocional, a vida financeira e a vida espiritual de tantas pessoas é Lo-Debar. Este é o lugar daqueles feridos, machucados, daqueles que vivem no anonimato por causa do nosso pecado. Este é um lugar onde mora alguém que já perdeu todas as esperanças!

Mas hoje tenho uma boa notícia para todos nós. O Rei Davi, veio buscar Mefibosete em Lo-Debar, para morar em Jerusalém a cidade do Grande Rei (v.5) Além disso, Davi restituiu tudo àquilo que, por direito de herança era de Mefibosete. (v.7)

O Rei dos Reis, Jesus Cristo, veio hoje ao nosso encontro em Lo-Debar, para nos levar para Jerusalém, a cidade do Grande do Rei, e também veio nos restituir tudo aquilo que perdemos ou que o inimigo nos tenha roubado. Ele quer usar de bondade para conosco e nos levar para Jerusalém, onde está o melhor de Deus – uma vida de abundância e prosperidade. Não merecemos nada, mas Deus que é o dono de todo ouro e toda prata, de todas as riquezas, quer nos dar tudo. Somos Co-Herdeiros com Jesus Cristo, pela Sua divina e abundante Graça.

 AUTO-IMAGEM NEGATIVA

Uma auto-imagem negativa de si mesmo é extremamente venenosa, e nos impede de vermos com nitidez a Deus, e como é terrível nossa miopia espiritual, e como isto nos impede de sermos abençoados por Ele.

Qual foi a atitude de Mefibosete quando o Rei Davi o procurou para fazer-lhe bem? Mefibosete disse ao rei: “na verdade não passo de um cão morto; não mereço receber nada de Deus.” Um homem com auto-imagem negativa, com baixa estima de si mesmo, não percebe que Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo conquistou uma herança incorruptível e gloriosa na Cruz, e que agora somos co-herdeiros de Deus com Cristo Jesus.

Mebifosete tinha sua auto-imagem negativa, só via a si mesmo, e não para o que Deus poderia fazer por ele. Forçado pelas circunstâncias em que ele vivia. Embora não tenhamos méritos nenhum diante de Deus. É como se ele dissesse: - já tentei mudar o meu andar de todas as formas, já tentei sair desta vida de sequidão de todo jeito, mas não consigo. Eu só posso concluir que eu não presto para coisa alguma.

Não sou nada mesmo. Não tenho nenhum valor. Não passo de um cachorro morto. Embora devamos entender que o homem pecador é vil, desprezível, sem nenhum valor, mas Em Cristo somos novas criaturas, e temos valor para nosso Deus Pai. É nesse momento que precisamos lembrar que ninguém pode esticar os próprios pés aleijados. Nós precisamos de um santo ortopedista, do Médico Jesus Cristo de Nazaré.

Ficar se auto-depreciando, numa atitude de auto-piedade, não honra a Deus, mas esconde nosso orgulho, mascaramos uma falsa humildade. Precisamos crer e nos abrir para receber a graça do Senhor. Não há nada imutável a não ser o próprio Eterno Deus que é o mesmo ontem, hoje e será eternamente o mesmo; mas até o pau que nasce torno, como diz o provérbio popular, O Carpinteiro de Nazaré poder endireitar. Quer mudar a sua imagem? Ande com Jesus Cristo!

 SEIS SIGNIFICADOS ESPIRITUAIS DE SE ASSENTAR À MESA DO REI:

Mefibosete comeu pão assentado na mesa do rei Davi, como se fosse um dos filhos de Davi (V.11).

Nós, porém, nos assentamos à mesa do Senhor, porque formos feitos de fato filhos do Rei. Há pelo menos seis significados espirituais pelo fato de assentarmos à mesa do Rei:

1. RECEBER HONRA REAL

Rostos tristes, deprimidos, deficientes físicos, não eram permitidos entrar na presença do Rei. Ester 4:2 diz ”e chegou ate a porta do rei, porque ninguém vestido de pano de saco podia entrar pelas portas do rei.” Veja também Neemias 2:2 “o rei me disse: por que está triste o teu rosto, se não estás doente?

Tem de ser tristeza do coração. “Então temi sobremaneira”, sabe por que Neemias ficou amedrontado? Porque um servo com o rosto triste não era permitido entrar na presença do rei. Somente as pessoas nobres e honradas comem assentados na mesa do rei.

Você pode fazer idéia do que isso representava para alguém que se via como um cachorro morto, como alguém que a si mesmo sentia desprezado, sentia-se um lixo? É tamanha a bondade do rei que é quase impossível de acreditar nesta possibilidade. Mas, pelo Seu infinito amor, Deus nos fez nobre em Jesus Cristo. Não somos mais cães mortos; somos filhos do Rei. Somos Co-Herdeiros do Reino, em Cristo.

2. DESFRUTAR DA COMUNHÃO DO REI

É ser chegado bem próximo do Senhor, é sentir o seu perfume, o pulsar de suas veias, o bater do seu coração, ouvir as coisas de perto, seus segredos, é desfrutar da abundância da sua provisão. É comer e beber do melhor. A Palavra de Deus diz em Isaias 1:18 “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra.”

Qual o ser humano que não gosta, não se sente honrado de estar perto e ser amado e reconhecido por uma pessoa famosa? Quando aceitamos o convite de Jesus para cearmos com Ele, nós estamos assentados diante do Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, não existe um Rei maior que o Senhor Jesus Cristo, e não existe um Reino mais rico e duradouro que o D`Ele.

Mas, muitos recusam o maravilhoso convite da Graça. Querem continuar vivendo em Lo-Debar na pobreza e na miséria de vida material e espiritual. E atentemos também que a Mesa do Senhor é o lugar da nossa comunhão com outros irmãos, é na comunhão que o Senhor ordena a Sua Bênção.

E veja como preciosa é esta comunhão, como nos ensina o salmista Davi, Salmos 133:1-3 “OH! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união. 2 É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes. 3 Como o orvalho de Hermom, e como o que desce sobre os montes de Sião, porque ali o Senhor ordena a bênção e a vida para sempre.”

3. OS PÉS ALEIJADOS SÃO ENCOBERTOS

A mesa simboliza a ação do sangue de Jesus na Nova Aliança. Pois quando estamos assentados à mesa, ninguém vê os pés uns dos outros? Assentados à mesa todos somos iguais, até mesmo o homem mais aleijado, o mais terrível pecador, e com os pés mais deformados, passa a ser saudável.

Na mesa da Comunhão com Cristo e com os nossos irmãos podemos ver nitidamente como é bela a nossa comunhão com Deus e com os nossos irmãos baseado no sangue de Jesus que nos cobre e nos livra de nossas iniqüidades.

Deus não quer olhar para os nossos pés tortos, pois Ele já fez a provisão completa pelo sangue de Jesus Cristo. Precisamos enfim, ter uma profunda revelação do significado da Mesa do Senhor.

Se trata de um pão e um pouco de vinho, mas a Mesa do Senhor aponta para o sacrifício vicário de Cristo, aponta a incomensurável Graça do Amor de Deus sendo alimento e bebida para nossa saúde espiritual.

Ao olharmos para Mesa do Senhor, precisamos atentar para o significado do Pão inteiro que é o próprio Senhor Jesus Cristo, e o pão partido é a Sua Igreja.

Assim, jamais os crentes devem se ausentar da mesa, não é isto que Paulo ensina em I Coríntios 11, mas Paulo fala para termos a revelação do Corpo Místico de Cristo, logo, deveremos então aproximarmos muito mais da Sua Mesa, onde está o suprimento, a cura das nossas enfermidades, a bebida, a Graça e o Amor de Deus sendo expostos ao nosso favor.

4. DIETA APROPRIADA FAZ MUDAR A IMAGEM DE SI MESMO

A Bíblia nos mostra que nós somos mudados pela nossa dieta. Aquilo que comemos, passa a fazer parte do nosso organismo, daí a dieta apropriada nos faz mudar a auto-imagem negativa que temos de nós mesmos, para alguém otimista, alegre, disposto.

A Palavra de Deus nos ensina que contemplando o Senhor Jesus, somos transformados de Glória em glória, refletindo como por um espelho a imagem do Senhor Jesus. E na mesa do Rei os alimentos mais saudáveis, mais apropriados, os mais excelentes são servidos.

Aqui está a maravilhosa obra do Senhor Jesus Cristo na cruz. Ele não apenas cobre os nossos pecados, mas nos liberta e nos cura quando comemos da Sua carne, que é a Palavra, e bebemos do seu sangue, que possuem todos os nutrientes de vitaminas e sais minerais mais completos. Comer diariamente à mesa do Rei é a maneira de Deus nos transformar e curar os nossos pés.

Depois de tentarmos de tudo para nos curar e provarmos da angústia de um caminhar defeituoso e pecaminoso, só nos resta aceitar a Sua oferta de usar de bondade para conosco, nos levando de Lo-Debar para Jerusalém, onde podemos comer sempre do mais excelente alimento assentados à Sua mesa.

5. NA MESA DO SENHOR NÃO HÁ LUGAR PARA CRÍTICAS

O Rei Davi não chamou Mefibosete para dar-lhe uma ordem que ele não fosse plenamente capaz de cumprir.

Ele também não chamou Mefibosete para criticar sua deficiência física, seu caminhar torto. Não o humilhou nem o rejeitou, mas se ofereceu para usar de bondade para com ele.

O Rei não faz acepções de pessoas todas e quaisquer pessoas que recebem a Jesus como Senhor e Salvador são aceitos de maneiras iguais na Mesa do Senhor. Ali o pecador por mais vil que seja pode desfrutar da comunhão com Rei Jesus e também com os demais irmãos.

6. NO REINO NÃO HÁ LUGAR PARA OCIOSOS, TODOS SÃO ÚTEIS

Somos um reino de sacerdotes, todos nós somos ministros, esta idéia onde só o clero trabalha é fruto da religião sem Deus. Pois Deus sempre trabalhou e sempre trabalhará.

Nós todos temos de ser participantes na obra de Deus. A religião criou um sistema onde só pastores têm de trabalhar, são assalariados, e os demais são meros expectadores assentados e limpando os bancos nos prédios de reuniões.

Uns pagam e outros executam a obra! No verso 10 quer dizer que embora Davi fosse prover as necessidades básicas de Mefibosete, este seria responsável pela manutenção de sua própria família e de seus servos. Mesmo deficiente físico, pode ser útil no Reino. Aqui não há lugar para preguiçosos e expectadores. Aqui não há lugar para turistas espirituais.

Nestes dias o Rei tem nos enviado ÀS NAÇÕES, às cidades, aos centros, às vilas, aos becos, à convidar as pessoas para virem ao Seu Reino. Aqui há muitíssimos lugares para os excluídos, para os pobres, meretrizes, prostitutas, homossexuais, bêbados, pobres, ricos, de todos os povos e nações.

O Rei dos Reis, Jesus de Nazaré está te chamando: - “Venha do jeito que você está, venha pecador, aleijado, mancando, arrastando, mas venha; porque eu quero usar de bondade para com você”.

A mesa já está posta, venha assentar-se já! É de Graça, não se cobra ingresso nem sacrifícios. Ele só está esperando você chegar para dar início à festa. “Eis que Eu estou à porta e bato, e se, alguém ouvir, e abrir a porta, Eu entrarei em seu coração, e farei uma Festa” Ap. 3:20.

Assim como Davi deu a Mefibosete terras e um lugar em sua própria casa enquanto ele vivesse, Deus nos oferece dádivas como a salvação e um lugar em Seu lar.

Davi tratou Mefibosete bondosamente por causa de seu grande amor por Jônatas, da mesma forma que Deus nos trata bondosamente por causa do Seu único Filho, Jesus, amém!


Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,016 segundos

Usuários de Hoje: 989



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--