Online: 268
 
 
Vai tudo bem contigo?
( 11381 visitas )

Publicado em: 3/7/2004
Por: Edson Oliveira
Presbiteriana Independente - Rio de Janeiro? RJ
edsoniq@uol.com.br
 



    Existia no território de Issacar uma cidade chamada Suném, e nos tempos do profeta Eliseu, havia uma mulher muito rica habitando nessa cidade. Sempre que o homem de Deus passava por aquela cidade, ela lhe oferecia pão.

    Não contente com isso, esta mulher junto com o seu marido, ofereceram a Eliseu um pequeno quarto para que o mesmo estivesse descansando de suas viagens quando passasse por Suném.

    É importante notarmos que a mulher e o seu marido não se contentaram em oferecer pouco para a obra de Deus; ofereceram o que de melhor eles possuíam. Será que nós temos oferecido a Deus e à sua obra o que de melhor nós temos; ou temos nos contentado em oferecer apenas “migalhas de pão” do que possuímos. Deus nos fala claramente.

    “Pois maldito seja o enganador, que, tendo animal no seu rebanho, promete e oferece ao Senhor uma coisa vil; porque eu sou grande Rei, diz o Senhor dos Exércitos, o meu nome será tremendo entre as nações.”
Malaquias 1: 14

    Na passagem acima, Deus está reclamando com o povo de Judá, dizendo que eles possuíam animais muito melhores do que os que eles estavam oferecendo como sacrifício ao Senhor.
    Deus quer de nós simplesmente o melhor. Deus, ainda no texto de Malaquias, desafia o povo de Judá a tomar a seguinte atitude:

    “Porque, quando trazeis animal cego para o sacrificardes, não faz mal! E, quando ofereceis o coxo ou o enfermo, não faz mal! Ora, apresenta-o ao teu príncipe; terá ele agrado de ti? Ou aceitará ele a tua pessoa – diz o Senhor dos Exércitos.”
Malaquias 1: 8

    Deus convoca o povo a apresentar os mesmos animais que eles ofereciam como holocausto aos príncipes e líderes do povo. Se eles não aceitariam, como o grande Rei, poderia aceitá-los?

    É isso que muitos de nós fazemos: oferecemos a Deus o que nos sobra, o resto, o que não queremos mais. Deus não aceita essas ofertas. Deus quer de nós simplesmente o que de melhor nós temos.

    “Honra ao Senhor com a tua fazenda e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão os teus celeiros abundantemente, e transbordarão de mosto os teus lagares.”
Provérbios 3: 9,10

    Em conseqüência da atitude da Sunamita e de seu esposo; Eliseu fica muito agradecido e pergunta o que ele poderia fazer por ela. Seu moço, Geazi, percebe que apesar de muito rica, aquela mulher ainda não possuía filhos. Eliseu então a chama e através da autoridade sobre a sua vida, ministra uma palavra profética sobre a mulher dizendo que dentro de um tempo determinado Deus estaria concedendo-lhe um filho.

    Apesar de não crer na palavra do homem de Deus, a Sunamita é agraciada com um filho conforme a palavra de Eliseu.

    Decorrido algum tempo, o menino estava junto com o seu pai e os segadores quando começou a sentir fortes dores de cabeça. Imediatamente o seu pai pediu a um moço que o levasse à sua mãe. Junto de sua mãe aquele menino morreu e foi colocado sobre a cama do homem de Deus. A Sunamita, então, levanta-se para procurar a Eliseu. Chegando ao Carmelo, Eliseu a avista de longe e manda Geazi perguntar se tudo estava bem com ela.

“Agora, pois, corre-lhe ao encontro e dize-lhe: Vai bem contigo? Vai bem com teu marido? Vai bem com o teu filho? E ela disse: Vai bem.”
II Reis 4: 26

    Muitas vezes agimos assim também: dizemos que tudo está bem quando na verdade não estamos bem. A Sunamita disse que tudo estava bem quando, na verdade, o seu filho estava morto. Assim também nós, muitas vezes, dizemos que tudo está bem quando na verdade estamos mortos espiritualmente.

    “E ao anjo da Igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete Espíritos de Deus e as sete estrelas: Eu sei as tuas obras, que tens nomes de que vives e estás morto.”
Apocalipse 3: 1 (grifo meu)

    Está na hora da Igreja do Senhor Jesus Cristo retirar a máscara que insiste em usar. Posa com um cinismo impressionante pautado nos números que comprovam o rápido crescimento do Evangelho no Brasil. Fecham os olhos para os problemas que atingem a Igreja: fofocas – este é o principal de todos - invejas, calúnias, intrigas, dentre outros.

    Nos escondemos atrás da falsa religiosidade e santidade. Construímos mais e mais templos suntuosos, com assentos acolchoados, circuito interno de TV, sistemas de ar condicionado. Isso não é prioridade para Deus, mas sim para o homem. O que Deus realmente quer, é uma Igreja revestida do poder do Espírito Santo.

    Não devemos mais fazer como a Sunamita. Precisamos reconhecer os nossos maus caminhos e retirarmos esta máscara que impede do Senhor estar derramando um tremendo avivamento como nunca se viu antes.

    Para um alcoólatra se libertar do vício, antes de tudo é necessário que ele se conscientize de que é um viciado. Enquanto ele não reconhecer que o álcool está acabado com o seu corpo, ele não vai conseguir a libertação. Mesmo que sua esposa aponte o que o álcool está lhe fazendo, mesmo que os seus amigos o chamem a atenção; se ele mesmo não tomar consciência do mal que está fazendo para si próprio, nunca será liberto.

    Da mesma forma cada um de nós: se não tomarmos consciência do mal que estamos fazendo para nós mesmos e para os outros, nunca mudaremos, e para tomarmos consciência de que estamos muitas vezes mortos espiritualmente, é necessário o toque especial do Espírito Santo.
    Os profetas do Antigo Testamento sempre apontavam para os pecados do povo de Israel e Judá. Condenava-os e sentenciava o julgamento de Deus se os mesmos não se arrependessem. Ao final de cada livro, porém havia a palavra de restauração. Deus na sua infinita misericórdia sempre nos proporciona uma chance de restauração.
Da mesma forma que Deus ressuscitou o filho da Sunamita através do profeta Eliseu, quer ressuscitar vidas espirituais que se acham mortas. Para que isso aconteça, busque a Sua presença e o avivamento pessoal.

Este estudo é parte integrante do livro “A Igreja que alvoroça o mundo”.

Edson Oliveira
edsoniq@uol.com.br


Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

 

 

 

  .::: Sinais dos Tempos :::.
  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,016 segundos

Usuários de Hoje: 2457



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--