Online: 421
Deus como nosso Plano de Saúde
( 187 visitas )

   

Nosso texto de Habacuque 2.4 tem o seu foco central na palavra vida, e vida em oposição à morte.

Apesar de o profeta ter ficado perplexo em sua mente quanto à destruição física que seria consequente do cativeiro babilônico, a promessa de Deus focou não na vida física, mas na espiritual, uma vez que ao verbo viver foram associadas as palavras justo e fé.

A vida física de um modo ou de outro chegará a um fim, e não é prolongada no tempo, comparada com A Eternidade; mas a vida do espírito é eterna, e em sua perspectiva espiritual e santa é infinita, pois não há limite para se crescer nas virtudes divinas.

Então, ao lermos o texto de Habacuque 2.4 devemos sempre pensar em sua perspectiva eterna, e não propriamente em condições temporais.

De modo que se a alguém Deus fizer a promessa de ser o seu plano de saúde, não se deve imaginar que tal pessoa será provida de saúde física durante todos os dias de sua vida terrena.

Muito ao contrário, como o Senhor tem em vista a saúde espiritual, e sabendo nós, que esta é provida por meio de muitas tribulações, e entre estas contam-se as relativas a enfermidades físicas, devem ser esperadas em tal promessa muitas provações que terão a finalidade de realizar a referida saúde plena espiritual.

Prover-nos de saúde espiritual é o grande propósito de Deus, e para isto nos concedeu o dom da fé, para que por ele possamos ser justificados.
Deus é Deus de vivos e não de mortos.

A sua promessa em Jesus Cristo é a vida eterna, e não apenas no sentido de vivermos depois da morte física, pois é dito com o verbo no futuro: “viverá da sua fé”.

O justo viverá esta vida celestial e divina a partir do momento mesmo da sua justificação (conversão), pois o Espírito Santo, a fonte de água viva que passa a habitar nele salta para a vida eterna, ou seja, o seu mover no crente produz esta vida eterna, que é tanto mais intensa, quanto maior for a sua santificação.

Vida eterna é o modo de se expressar a vida santa, celestial, espiritual e divina. É o desfrutar da comunhão com Deus e participar do gozo de experimentar as suas virtudes. Vida eterna é isto, e o mais é morte.

Demônios e pecadores impenitentes não estão vivos aos olhos de Deus, mas mortos, porque estão desprovidos de todas as qualidades essenciais que caracterizam a vida eterna que procede de Deus.

Estão mortos todos aqueles cujas almas são elevadas em soberba, e que portanto, não possuem a retidão divina que consiste em humildade, mansidão, amor, bondade, misericórdia etc.

Mas, todos os que foram justificados pela fé, por terem sido lavados e perdoados no sangue de Jesus, vivem, e vivem eternamente, porque Aquele que fez a promessa da vida é fiel.

Ao compreender todas estas coisas pela revelação divina, o profeta Habacuque sentiu-se confortado e instruído em seu espírito, pois entendeu que os homens, ainda que vivos quanto a existirem, estão todos mortos, e que a verdadeira vida é reservada somente para aqueles que temem e amam a Deus, e que nada e ninguém jamais poderá arrancar deles este dom maravilhoso que alcançaram por meio da fé que os justificou.

À luz desta verdade, nenhuma tribulação e nem mesmo a morte física é motivo para remover do coração do crente a sua alegria no seu Deus, e o seu hino de louvor e adoração a Ele.

“Ouvindo-o eu, o meu ventre se comoveu, à sua voz tremeram os meus lábios; entrou a podridão nos meus ossos, e estremeci dentro de mim; no dia da angústia descansarei, quando subir contra o povo que invadirá com suas tropas. Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado; todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação. O Senhor Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas.” (Habacuque 3.16-19).






Visite os Blogs abaixos:

Veja tudo sobre as Escrituras do Velho e do Novo Testamento no seguinte link:

http://interpretabiblia.blogspot.com.br/


A Igreja tem testemunhado a Redenção de Cristo juntamente com o Espírito Santo nestes 2.000 anos de Cristianismo.

Veja várias mensagens sobre este testemunho no seguinte link:

http://poesiasdoevangelho.blogspot.com.br/

A Bíblia também revela as condições do tempo do fim quando Cristo inaugurará o Seu reino eterno de justiça ao retornar à Terra. Com isto se dará cumprimento ao propósito final relativo à nossa redenção.

Veja a apresentação destas condições no seguinte link:

http://aguardandovj.blogspot.com.br/

Faça uma visita ao nosso site para leitura on-line de cerca de 190 títulos de livros que temos publicado com comentários sobre todos os livros da Bíblia, sobre Reforma e avivamentos, e vida cristã em geral.

http://25dutra.wixsite.com/livrosdoprsilvio


Silvio Dutra
25dutra@gmail.com
Igreja Orgânica de Jesus na Abolição
Rio de Janeiro - RJ

Publicado em: 22/4/2017


Você se sentiu tocado ao ler esta mensagem ?
Então CLIQUE AQUI !

 

Comente aqui e ajude a divulgar esta mensagem para seus amigos no facebook ...

   

<< Próxima Reflexão

Como Posso Saber que Sou Perdoado?

Reflexão Anterior >>

O Bom Praticante

 

 

 

  .:: Boletins ::.
Receba boletins atualizados
do Portal Webservos:


  .:: Enquete ::.

 

•    Quem Somos    •     Fale conosco!     •

Página aberta em: 0,016 segundos

Usuários de Hoje: 19633



Melhor visualisado no Internet Explorer com resolução de 800x600

:: WebServo :: Portal Gospel de Evangelismo Virtual
Desenvolvimento e Coordenação de:
Enéas T. de Oliveira
--=(-wëbsèrvö-)=--